21:11 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    344
    Nos siga no

    Na quarta-feira (24), membros do alto escalão da diplomacia de Japão e Estados Unidos realizaram consultas por telefone após o lançamento de mísseis balísticos pela Coreia do Norte.

    Conforme publicou a agência de notícias Kyodo, o chefe do Escritório de Assuntos da Ásia e da Oceania do Ministério das Relações Exteriores do Japão, Takehiro Funakoshi, e o secretário de Estado adjunto em exercício do Escritório de Assuntos do Leste Asiático e Pacífico do Departamento de Estado dos EUA, Sung Kim, falaram por telefone após o novo lançamento de mísseis da Coreia do Norte.

    Na quarta-feira (24), o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga afirmou que a Coreia do Norte realizou dois lançamentos de mísseis balísticos. Os mísseis caíram fora da zona econômica exclusiva do Japão e não causaram danos.

    O primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga (à direita), o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken (ao centro) e o secretário de Defesa, Lloyd Austin (à esquerda) posam para uma sessão de fotos durante visita a Toquio, 16 de março de 2021
    © AP Photo / Eugene Hoshiko
    O primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga (à direita), o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken (ao centro) e o secretário de Defesa, Lloyd Austin (à esquerda) posam para uma sessão de fotos durante visita a Toquio, 16 de março de 2021

    O premiê japonês declarou que os lançamentos ameaçam a paz e a segurança na região e violam as resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

    Assim como no caso do Japão, o Conselho de Segurança Nacional da Coreia do Sul expressou protesto em relação aos lançamentos e apontou "profunda preocupação" com a questão, prometendo articular Estados da região para avaliar a situação.

    No dia 21 de março, a Coreia do Norte já havia disparado mísseis de seu território, porém os projéteis não eram do tipo balístico.

    Mais:

    Defesa dos EUA diz estar pronta para 'lutar hoje à noite' após aviso da Coreia do Norte, diz mídia
    Coreia do Norte dispara mísseis de curto alcance em desafio ao governo Biden
    Após sanções de direitos humanos, Coreia do Norte tacha União Europeia de 'psicótica'
    Tags:
    Yoshihide Suga, Coreia do Sul, Coreia do Norte, EUA, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar