06:05 31 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    COVID-19 no mundo no final de março de 2021 (98)
    0 42
    Nos siga no

    Na semana passada, Taiwan se comprometeu a ajudar o seu único aliado na América Latina, o Paraguai, a comprar vacinas contra a COVID-19, após vários protestos no país em resposta à gestão paraguaia da pandemia.

    Joseph Wu, ministro das Relações Exteriores taiwanês, afirmou que Taipé estaria disposta a ajudar o Paraguai, bem como outros 15 aliados, se necessário, a comprar vacinas contra a COVID-19. Contudo, existe uma condição importante: "Vacinas chinesas não podem ser compradas. Se você comprar vacinas chinesas, então não poderá usar nosso dinheiro taiwanês", citado pela agência Reuters.

    Taiwan tem fornecido máscaras e outros equipamentos a países para ajudar no controle da pandemia, mesmo a vacinação taiwanesa tendo começado somente nesta semana. Tudo indica que os imunizantes fabricados domesticamente não deverão entrar no programa de vacinação taiwanês até meados deste ano.

    Por outro lado, a China se mantém na linha da frente na distribuição de suas vacinas a países em desenvolvimento.

    Na segunda-feira (22), o ministro das Relações Exteriores do Paraguai disse que teria sido contatado por entidades "cujas legitimidade ou ligações com o governo da República Popular da China não foram comprovadas", citado pela mídia. O seu homólogo chinês, por sua vez, ainda não comentou o assunto.
    Tema:
    COVID-19 no mundo no final de março de 2021 (98)

    Mais:

    Taiwan reforça presença militar no mar do Sul da China temendo 'ataque' de Pequim
    Putin é vacinado contra a COVID-19
    Uso de cloroquina para tratamento da COVID-19 deve ser banido, diz Associação Médica Brasileira
    Tags:
    Taiwan, Paraguai, China, vacina, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar