04:28 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    41313
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa da Índia afirmou que as tropas indianas enfrentaram "armas pouco ortodoxas" durante conflitos com o Exército de Libertação Popular da China (ELP) no leste de Ladakh.

    "O Exército indiano manteve todos os protocolos e acordos entre os dois países, enquanto o ELP agravou a situação usando armas pouco ortodoxas e reunindo um grande número de tropas", cita documento do Ministério da Defesa da Índia.

    Em novembro de 2020, Jin Canrong, vice-reitor da Escola de Relações Internacionais da Universidade Renmin da China afirmou que os militares chineses "usaram armas inovadoras de micro-ondas de alta potência" para atacar os soldados indianos em Ladakh.

    Jin afirmou que a China usou as armas em agosto para retomar pontos estrategicamente importantes no setor de Chushul, após transformar o topo das colinas em um "forno de micro-ondas".

    Soldados paramilitares indianos montam guarda enquanto um comboio do Exército indiano se desloca na rodovia Srinagar-Ladakh em Gagangeer, nordeste de Srinagar, Índia, 18 de junho de 2020
    © AP Photo
    Soldados paramilitares indianos montam guarda enquanto um comboio do Exército indiano se desloca na rodovia Srinagar-Ladakh em Gagangeer, nordeste de Srinagar, Índia, 18 de junho de 2020

    O ministério indiano mencionou ações unilaterais e provocativas dos chineses, ressaltando que suas tropas estão preparadas para responder com firmeza ao ELP para "garantir o caráter de nossas reivindicações no leste de Ladakh".

    "Nossas tropas continuam a ser implantadas nestas alturas [...] As tropas estão bem entrincheiradas e reforçadas para conter qualquer desventura por parte das forças chinesas", afirmou.

    Vale ressaltar que o ELP usou paus com pregos cravados e varas de ferro durante as lutas no vale Galwan, de 15 a 16 de junho.

    As armas de micro-ondas usam feixe de radiação eletromagnética de alta frequência para aquecer a água na pele de uma pessoa. A China tornou pública sua arma de micro-ondas Poly WB-1 em 2014 durante um show aéreo.

    Sendo vizinhos, China e Índia não têm uma fronteira demarcada na região de Ladakh, sendo a separação de territórios estabelecida pela Linha de Controle Real, criada após a guerra de 1962 entre as duas nações. Desde então, vários conflitos fronteiriços ocorreram ao longo das décadas seguintes. Em 1993 e 1996, os países firmaram acordos sobre a manutenção da paz nas regiões disputadas.

    Mais:

    Índia envia comandos anfíbios à região fronteiriça de Ladakh em meio a impasse com China
    Índia encomenda 12 navios-patrulha para 'combater' China em Ladakh
    Força Aérea da Índia se diz pronta para 'lidar' com instalação de radares chineses em Ladakh
    Tags:
    confronto, conflitos, conflito, Ladakh, China, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar