20:18 12 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)
    0 30
    Nos siga no

    O primeiro-ministro vietnamita, Nguyen Xuan Phuc, anunciou nesta terça-feira (5) a proibição de voos do Reino Unido e da África do Sul após os países terem relatado novas cepas do novo coronavírus, disse a mídia local.

    O premiê do Vietnã declarou que a proibição seria estendida a outros países que confirmaram casos de infecção com as novas cepas de disseminação mais rápida do novo coronavírus, de acordo com o que publicou o jornal local VN Express.

    Os ministérios vietnamitas das Relações Exteriores, da Saúde e dos Transportes foram orientados a elaborar uma lista dos países aos quais as novas restrições serão aplicadas.

    O Vietnã confirmou seu primeiro caso da variante ligada ao Reino Unido em uma mulher de 44 anos que chegou do país europeu em 22 de dezembro de 2020. A paciente foi colocada em quarentena logo após chegar ao país.

    Pessoas se reúnem em rua durante as celebrações da véspera de Ano Novo em meio à pandemia do novo coronavírus, em Hanói, Vietnã, em 1º de janeiro de 2021
    © REUTERS / Kham
    Pessoas se reúnem em rua durante as celebrações da véspera de Ano Novo em meio à pandemia do novo coronavírus, em Hanói, Vietnã, em 1º de janeiro de 2021

    Na segunda-feira (4), o premiê britânico, Boris Johson, anunciou um terceiro lockdown nacional no Reino Unido após um pico no registro de casos de COVID-19. Johnson relacionou o pico à nova variante do vírus, o que justificaria a reintrodução de restrições sociais mais duras. Conforme dados da Universidade Johns Hopkins, o Reino Unido tem hoje mais de 2,7 milhões de casos da doença e cerca de 76,4 mil mortes por COVID-19 - um dos países mais impactados do mundo pela pandemia, apesar de já ter iniciado a vacinação contra o novo coronavírus.

    Já o Vietnã é considerado um dos países de maior sucesso no controle da pandemia da COVID-19. Ainda segundo a Universidade Johns Hopkins, o país tem hoje 1.504 casos confirmados e 35 mortes causadas pela doença. Conforme publicou o VN Express, Hanói atualmente negocia a compra de 30 milhões de doses da vacina contra a COVID-19 desenvolvida pela AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford. O Vietnã, segundo expectativas do Fundo Monetário Internacional (FMI), foi ainda um dos países com melhor desempenho econômico em 2020, apesar do impacto da pandemia.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)

    Mais:

    Boris Johnson diz que pode endurecer ainda mais medidas de combate à COVID-19 no Reino Unido
    Livre comércio com Indonésia e Vietnã? Professor explica o que o Brasil pode ganhar com isso
    Navio militar indiano conduz exercício com Marinha do Vietnã no mar do Sul da China (FOTOS)
    Tags:
    COVID-19, Hanói, Nguyen Xuan Phuc, Vietnã, África do Sul, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar