19:56 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    4187
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa do Azerbaijão afirma que diversos mísseis balísticos foram lançados a partir da Armênia em direção ao norte do país.

    "No dia 22 de outubro, às 09h00 [02h00 em Brasília], foram lançados mísseis balísticos a partir do território armênio em direção a Qabala e Kurdamir", informa a assessoria de imprensa do departamento militar.

    Por sua vez, o Ministério da Defesa da Armênia negou a alegação de que o país teria lançado mísseis contra o território azeri.

    No passado dia 9 deste mês, após dez horas de negociações em Moscou, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, anunciou que a Armênia e o Azerbaijão concordaram com um cessar-fogo em Nagorno-Karabakh a partir de 10 de outubro para trocar prisioneiros e corpos dos mortos.

    O conflito, que se agravou em 27 de setembro, teve início em fevereiro de 1988, quando Nagorno-Karabakh declarou independência em relação à República Socialista Soviética do Azerbaijão, iniciando uma guerra que culminou com a perda de controle do território pelo Azerbaijão.

    Por sua vez, o Azerbaijão tem lutado por sua soberania sobre o território, ao passo que a Armênia defende a autodeterminação da população local, majoritariamente armênia, sobre o futuro da região.

    Os combates têm tirado a vida de centenas de pessoas de ambos os lados, apesar dos esforços de se estabelecer um cessar-fogo duradouro, o conflito continua.

    Mais:

    Centenas de militantes sírios ligados à Turquia são enviados a Nagorno-Karabakh, revela jornal
    Lavrov sugere posicionamento de observadores russos na linha de contato de Nagorno-Karabakh
    Azerbaijão ameaça romper relações com países que reconhecerem independência de Nagorno-Karabakh
    Tags:
    Nagorno-Karabakh, guerra, conflitos, conflito, Azerbaijão, Armênia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar