05:17 01 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    61436
    Nos siga no

    Na terça-feira (8), um avião espião dos EUA foi flagrado tentado se disfarçar de aeronave da Malásia enquanto sobrevoava a ilha chinesa de Hainan e as ilhas Paracel.

    A manobra executada pelos EUA é perigosa por oferecer risco de confundir aeronaves civis e militares.

    De acordo com a Iniciativa de Sondagem Estratégica do Mar do Sul da China (SCSPI, na sigla em inglês), dirigida pelo Instituto de Pesquisa Oceânica da Universidade de Pequim, um avião espião norte-americano RC-135W foi avistado partindo da Base Aérea de Kadena, em Okinawa, no Japão.

    ​Suposto avião espião dos EUA se disfarça de aeronave da Malásia. Em 8 de setembro, um RC-135W (AE01CE) da Força Aérea dos EUA decolou de Kadena para uma missão de reconhecimento. Posteriormente, na mesma rota surgiu uma "aeronave da Malásia" (750548), que entrou no espaço aéreo chinês e patrulhou intensamente as ilhas de Hainan e Paracel.

    Posteriormente, o avião foi misteriosamente substituído por uma suposta aeronave da Malásia sobre o mar do Sul da China. Após atravessar a região, a aeronave "patrulhou intensamente" as águas internacionais entre a ilha de Hainan e as ilhas Paracel.

    A iniciativa chinesa também observou que outro RC-135W realizou a mesma manobra em outra ocasião, quando transmitiu um código de transponder da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI) absurdo enquanto patrulhava a região.

    O código de transponder é utilizado como a base de segurança da aviação civil, evitando colisões e erros de identificação das aeronaves.

    No entanto, a utilização de códigos falsos para disfarçar os aviões espiões dos EUA é uma prática comum da Força Aérea norte-americana, o que pode provocar diversos incidentes, arriscando vidas inocentes, segundo a SCSPI. 

    Mais:

    EUA dobraram missões de reconhecimento no mar do Sul da China, afirma think tank
    Pequim inicia exercícios navais com 'munições poderosas' perto do mar do Sul da China
    Bombardeiros chineses participam de manobras no mar do Sul da China, anuncia Pequim
    Tags:
    Mar do Sul da China, China, Força Aérea dos EUA, EUA, avião espião
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar