09:29 13 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Pandemia da COVID-19 no mundo no fim de junho (34)
    1120
    Nos siga no

    O lucro total das indústrias chinesas em maio deste ano subiu 6%, e chegou a 582,3 bilhões de yuans (US$ 82 bilhões ou cerca de R$ 449 milhões).

    O aumento no lucro marca o primeiro crescimento desde o início da pandemia do novo coronavírus, publicou neste domingo (28) o jornal South China Morning Post, citando dados do Escritório Nacional de Estatísticas da China (NBS).

    De acordo com a publicação, o aumento nos lucros industriais poderia ser uma consequência de uma queda significativa no preço de compra de produtos industrializados, assim como da reabertura pós-coronavírus de vários setores, incluindo processamento de petróleo, energia elétrica, produtos químicos, industriais e aço.

    "Embora os lucros das empresas industriais em maio tenham sido positivos, com um crescimento pela primeira vez neste ano, a demanda do mercado sob a influência da pandemia ainda é fraca, e é necessário observar mais para ver se a recuperação dos lucros pode continuar", disse Zhu Hong, estatístico sênior da NBS, conforme citado pela agência.

    No geral, nos primeiros cinco meses de 2020, os lucros industriais diminuíram 19,3% em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo a publicação. Em termos de propriedade, os lucros das empresas industriais estatais diminuíram 39,3% em relação ao ano anterior, de janeiro a maio, enquanto no setor privado a queda foi de 11% no mesmo período.

    Indústria automobilística na China.
    © AP Photo / Ng Han Guan
    Indústria automobilística na China.

    Isso aponta uma melhora em relação à queda geral de 27,4%, em relação ao ano anterior, nos primeiros quatro meses deste ano e também da queda recorde de 38,3% em relação ao ano anterior nos dois primeiros meses de 2020, quando a pandemia explodiu na China.

    Tema:
    Pandemia da COVID-19 no mundo no fim de junho (34)

    Mais:

    Xi Jinping: China pode cumprir meta de crescimento para 2020 apesar de coronavírus
    Impacto da COVID-19: economia da China registra queda de 6,8% no 1º trimestre
    China assumirá recuperação econômica de muitos países, afirmam especialistas
    China revive economia e eleva importações de carne do Brasil e de outros países sul-americanos
    Tags:
    NBS, China, South China Morning Post
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar