11:51 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 100
    Nos siga no

    Índia e Bangladesh iniciaram nesta segunda-feira (18) a evacuação de mais de dois milhões de pessoas de suas regiões costeiras por conta da chegada de um novo e poderoso ciclone.

    O ciclone Amphan está avançando atualmente ao longo da baía de Bengala, na Índia, com rajadas de vento de até 265 km/h. Ele deve chegar na quarta-feira (20) no estado indiano de Bengala Ocidental ou em Bangladesh, acompanhado por ventos de 155-165 km/h e fortes chuvas, de acordo com meteorologistas citados pela AFP.

    "Pode ser o ciclone mais forte a atingir a região depois do ciclone Sidr", que matou mais de três mil pessoas em novembro de 2007, disse à agência um porta-voz do serviço meteorológico bengali, Bazlur Rashid.

    As autoridades do país preparam cerca de 12 mil abrigos, para acomodar, se necessário, mais de cinco milhões de pessoas, mantendo algum distanciamento entre elas por conta de preocupações com o surto do novo coronavírus. Em razão da pandemia da COVID-19, todos os evacuados deverão utilizar máscaras e serão aconselhados a utilizar também luvas dentro dos abrigos. 

    Até dois milhões de pessoas serão evacuadas das áreas baixas de Bangladesh, segundo a autoridade nacional de gerenciamento de desastres. Milhares de evacuações já foram realizadas hoje (18). 

    ​Na Índia, ainda de acordo com a AFP, cerca de 200 mil pessoas serão evacuadas até amanhã (19) em Bengala Ocidental. Mas as autoridades preparam abrigos para mais de um milhão de pessoas no estado vizinho de Orissa.

    Mais:

    300 mil pessoas são evacuadas na Índia antes do ciclone Titli
    Ciclone tropical Idai deixa dezenas de mortes no Zimbabué (FOTOS, VÍDEO)
    Número de mortos por ciclone em Moçambique chega a 501
    Ciclone mais potente a atingir Índia nas últimas décadas mata ao menos 3 pessoas (VÍDEOS)
    Confira VÍDEOS do devastador ciclone Fani que atingiu Índia
    Tags:
    clima, Meteorologia, ventos, chuvas, COVID-19, novo coronavírus, Ásia, ciclone, baía de Bengala, Bangladesh, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar