18:24 04 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    7324
    Nos siga no

    O comando militar chinês responsável pelas patrulhas em torno de Taiwan intensificou suas manobras realizando em março um exercício de alerta rápido de longa duração, relata o jornal militar PLA Daily.

    Um avião de guerra realizou acrobacias táticas, que não foram especificadas, logo após a decolagem, relata o jornal. Durante as manobras anteriores estas acrobacias não eram realizadas com muita frequência, mas desta vez foram executadas para simular uma reação rápida a aviões inimigos durante o tempo de guerra, disse o capitão Liu Yin citado pelo jornal.

    O avião levou a cabo tarefas de reconhecimento, alerta rápido e vigilância, efetuando ataques aéreos, e um número não especificado de caças separados em dois grupos encenaram um confronto aéreo. Os exercícios duraram cerca de 36 horas, aponta o South China Morning Post.

    Os exercícios ocorrem depois de o Comando da Região Militar Oriental da China ter lançado no início de fevereiro manobras conjuntas de forças navais e aéreas perto de Taiwan, juntamente com os exercícios de prontidão de combate em que os aviões de guerra voaram em torno da ilha autogovernada.

    Na semana passada, um navio de guerra dos EUA navegou pelo estreito de Taiwan, informaram militares americanos e taiwaneses. A movimentação ocorre em meio à crescente tensão entre Washington e Pequim, informa a agência de notícias Reuters.

    Mais:

    'Poderiam mudar a balança no mar do Sul da China': National Interest avalia submarinos russos
    Marinha dos EUA lança míssil em meio a tensões com Pequim no mar do Sul da China (FOTOS)
    Tags:
    EUA, exercícios navais, exercícios militares, China, Taiwan
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar