05:15 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5400
    Nos siga no

    A China irá empreender "todos os esforços" para apoiar a presidência pró-tempore da Rússia nos BRICS, anunciou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, nesta sexta-feira (3).

    No dia 1º de janeiro, a Rússia assumiu a presidência pró-tempore do grupo, que, em 2019, foi ocupada pelo Brasil.

    "A parte chinesa irá empreender todos os esforços para apoiar a presidência da Rússia nos BRICS. Junto com a parte russa e com os demais países dos BRICS, iremos manter um estreito contato e cooperação para que a Cúpula de São Petersburgo seja realizada com sucesso", declarou Geng Shuang.

    O lema da presidência russa será: "Parceria dos BRICS pela estabilidade global, segurança comum e crescimento da inovação".

    Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante a 11ª Cúpula de Chefes de Estado do BRICS, celebrada em Brasília, ente os dias 13 e 14 de novembro
    © Sputnik / Aleksei Drujinin
    Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante a 11ª Cúpula de Chefes de Estado do BRICS, celebrada em Brasília, ente os dias 13 e 14 de novembro

    Durante a 11ª Cúpula de Chefes de Estado, celebrada entre 13 e 14 de novembro em Brasília, o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou que a Cúpula de 2020 será na cidade de São Petersburgo.

    "Planejamos realizar cerca de 150 eventos em vários níveis. Além do evento principal – a cúpula dos BRICS em São Petersburgo – outros eventos serão realizados em Cherlyabinsk e demais cidades russas", revelou Putin na ocasião.

    Em novembro de 2019, durante sua visita a Moscou, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, anunciou que o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, comparecerá à Cúpula de São Petersburgo em 2020.

    "Ele virá em julho para a reunião da cúpula do BRICS. Isso está certo", afirmou o ministro.

    O grupo BRICS, integrado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, é um dos principais foros multilaterais do mundo. Inaugurado em 2009, os líderes do grupo se reúne anualmente e mantém Banco de Desenvolvimento comum.

    Mais:

    Brasil dá 'sinal positivo' e valoriza participação no BRICS, diz especialista
    Empresariado brasileiro destaca BRICS 'amadurecido' e pede investimento russo em infraestrutura
    Declaração do BRICS contraria políticas de Trump, diz mídia alemã
    Tags:
    presidência da Rússia, presidência rotativa, BRICS, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar