05:15 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Logotipo da Huawei com bandeira chinesa em segundo plano

    Imprensa revela como seria sistema operacional próprio da Huawei

    © REUTERS / Dado Ruvic
    Ásia e Oceania
    URL curta
    4130
    Nos siga no

    A gigante de telecomunicações chinesa Huawei tem trabalhado secretamente na elaboração de seu próprio sistema operacional já há uns anos, de acordo com um artigo no South China Morning Post que revela detalhes deste projeto e os desafios que ele enfrenta.

    Segundo várias fontes da mídia familiarizadas com o assunto, a decisão de criar seu próprio sistema operacional, como potencial alternativa ao Android, foi tomada sete anos atrás durante uma reunião a portas fechadas de um pequeno grupo de altos executivos da Huawei Technologies liderado por seu fundador, Ren Zhengfei.

    Essa reunião secreta, que durou vários dias, foi realizada em uma vivenda perto de um lago em Shenzhen, por isso era conhecida internamente como "conversações nas margens do lago". Seu objetivo foi discutir como a Huawei deveria responder ao crescente sucesso global do sistema operacional Android, o software que a Google usa em seus celulares. O gigante chinês estava preocupado que sua dependência do Android poderia torná-lo vulnerável a uma proibição dos EUA no futuro.

    Após essas conversas, formou-se uma equipe especializada que passou a trabalhar em segredo no desenvolvimento de seu próprio sistema operacional. Para isso, foi criada uma zona especial dentro da Huawei, com guardas no portão e acesso restrito, reservada apenas para funcionários da equipe do sistema operacional, que nem poderiam levar seus celulares pessoais com eles.

    O projeto se tornou uma parte importante dos Laboratórios 2012 da Huawei, que funcionam como o "braço" de inovação, pesquisa e desenvolvimento tecnológico da empresa.

    O sistema operacional da Huawei é baseado em um micronúcleo que é leve e pode reagir rapidamente a ajustes e processamentos em lote, segundo fontes consultadas pelo jornal. Os engenheiros que trabalham nesse projeto estudaram cuidadosamente o Android e o iOS da Apple.

    De acordo com uma fonte, um dos maiores desafios técnicos para desenvolver o sistema operacional tem sido conseguir sua compatibilidade com o Android, que permitiria aos smartphones Huawei baixar e utilizar perfeitamente aplicativos do Android. Isso também significaria que os desenvolvedores de aplicativos de todo o mundo não precisariam criar códigos adicionais para o sistema operacional da Huawei.

    Por outro lado, enquanto a Huawei confia nas perspectivas de seu sistema operacional na China, onde suas vendas continuam crescendo, a queda em alguns mercados europeus indica que "não é o melhor momento para introduzir um sistema operacional", dizem analistas citados pelo SCMP. "No plano interno pode estar tudo bem, mas a empresa continua preocupada com a reação internacional", disse um especialista.

    "A Huawei não está totalmente preparada para lançar o sistema operacional, já que a proibição [comercial] dos EUA veio de repente", advertem duas fontes. Embora a alternativa ao Android tenha sido testada "milhares de vezes" pela equipe de especialistas da Huawei, "ela ainda não foi amplamente testada nas linhas de produtos de consumo, o que significa que a Huawei ainda não tem uma data de estabelecida para o lançamento comercial", acrescentaram.

    Um porta-voz da Huawei reafirmou em um e-mail que a empresa "apoia plenamente os sistemas operacionais" de seus parceiros e que Android e Windows serão sempre suas "primeiras escolhas", mas acrescentando que fará "tudo o que puder" para proteger os interesses de seus clientes.

    Mais:

    Quais são as consequências da proibição da gigante chinesa Huawei para os EUA?
    China apela à Índia a unir esforços para 'responder às práticas de perseguição' dos EUA
    Que 'arma secreta' da China pode abalar defesa dos EUA?
    Tags:
    China, Huawei
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar