22:35 11 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Equipe de segurança próximo a logo da Huawei durante lançamento do MateBook em Pequim.

    China pretende proteger Huawei em meio à pressão dos EUA, revela imprensa

    © AP Photo / Mark Schiefelbein
    Ásia e Oceania
    URL curta
    7210
    Nos siga no

    A China está criando um mecanismo para proteger suas tecnologias mais importantes e reduzir sua exportação para os Estados Unidos à luz das sanções americanas contra a Huawei, revela o editor-chefe do jornal Global Times.

    No mês passado, os Estados Unidos colocaram o gigante chinês de telecomunicações Huawei e cerca de 70 de suas afiliadas em uma lista negra, impedindo as empresas americanas de venderem componentes à empresa chinesa sem uma licença do governo.

    Hu Xijin, o editor-chefe do jornal Global Times escreveu no Twitter no sábado (8), sem indicar a fonte, que a China tem uma forte intenção de elaborar instrumentos para evitar as consequências negativas da ação dos EUA.

    Pelo que sei, a China está criando um mecanismo de gestão para proteger suas tecnologias-chave. Este é um passo importante para melhorar seu sistema, e também um passo para contrariar a repressão dos EUA. Quando estiver em vigor, algumas tecnologias exportadas para os EUA ficarão sujeitas a controle.

    Entretanto, a agência chinesa Xinhua informou que a Comissão Nacional de Reformas e Desenvolvimento (NDRC, na sigla em inglês), irá organizar um estudo para criar um "sistema de gestão da lista de tecnologias nacionais" para "prevenir e neutralizar riscos de segurança nacional com mais eficácia".

    Recentemente, diversas empresas como a Google, Intel, Broadcom, Qualcomm, ARM, entre outras, suspenderam suas atividades comerciais com a empresa chinesa, seguindo ordens do Departamento de Comércio dos EUA.

    Mais:

    Guerra comercial entre EUA e China reduzirá PIB global em 0,5%, diz FMI
    O que acontecerá caso Pequim se livre dos títulos do Tesouro americanos em meio à guerra comercial?
    Guerra comercial poderia desencadear crise financeira global, avisa financista
    Tags:
    guerra comercial, sanções, Huawei, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar