05:26 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Fones de ouvido (imagem referencial)

    Indiana é decapitada após supostamente cabo de fones de ouvido ter ficado preso em elevador

    © AFP 2019 / Mandel Ngan
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    Uma mulher do estado indiano de Uttar Pradesh morreu instantaneamente em um chocante acidente em elevador, informou a polícia local.

    Sushila Vishwakarma, de 48 anos, veio a óbito em uma tragédia na fábrica onde trabalhava, na cidade de Vadodara, escreve Mirror.

    Segundo investigadores, a mulher ficou com a cabeça presa no elevador quando subia para o terceiro andar na segunda-feira (27).

    A polícia explica que a cabeça decapitada de Sushila foi encontrada no piso térreo e o corpo foi arrastado com o elevador para o terceiro andar.

    As autoridades suspeitam que o cabo de seu fone de ouvido possa ter ficado preso no elevador, o que resultou no acidente.

    "O elevador, que não tem telhado, é usado especificamente para transportar mercadorias […] Especulamos que ela estivesse usando seu telefone e, distraída, tentou enfiar a cabeça fora do elevador, que começou a subir, e o acidente aconteceu", disse oficial de investigação M. N. Saporiya.

    "O corpo dela foi arrastado até o último andar e a cabeça foi arrancada", completou.

    A tragédia aconteceu em uma fábrica de plástico na cidade de Vadodara, na Índia.

    ​Mulher é decapitada no elevador 'depois que o cabo do fone de ouvido ter ficado preso'

    Seu corpo foi recuperado com a ajuda dos bombeiros e entregue à família depois da autópsia. No momento, estão sendo feitas inspeções para descobrir se o elevador estava com defeito.

    Mais:

    Indiano leva cobra morta para hospital após ser picado (VÍDEO)
    20 estudantes indianos cometem suicídio após receber notas ruins em exames nacionais
    Crianças salvam amigo das mandíbulas de crocodilo na Índia
    Tags:
    Índia, decapitação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar