07:27 26 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O Liaoning é o único porta-aviões da Marinha da China. Inicialmente, o navio foi construído para a União Soviética como porta-aviões Riga da classe Kuznetsov. Após a dissolução da União Soviética, o navio foi comprado pela China em 1998, reconstruído e entrou em serviço da Marinha do Exército de Libertação Popular da China sob o nome de Liaoning em 2012

    China promete expor potência naval inédita durante desfile nesta semana

    © AFP 2019 / STR
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 321

    Ao longo dos últimos anos, Pequim anunciou o lançamento de navios militares, assim como modernização dos que já estão em serviço, em meio às tensões constantes com os Estados Unidos no mar do Sul da China.

    A Marinha do Exército Popular de Libertação da China está planejando demonstrar seus navios mais avançados durante o desfile militar, que acontecerá entre 22 e 25 de abril, declarou o vice-almirante chinês, Qiu Yanpeng, no sábado (20). 

    "No desfile naval, as embarcações e as aeronaves da Marinha do Exército Popular de Libertação a serem reveladas correspondem ao porta-aviões Liaoning, a novos tipos de submarinos nucleares, a novos tipos de destróieres, assim como a aviões de combate. Alguns navios vão ser demonstrados pela primeira vez", ressaltou o vice-almirante chinês. 

    O comandante sublinhou que a China convidou uma série de países para o desfile militar, destinado a mostrar que "a Marinha chinesa sempre foi uma força de paz que não representa ameaça para nenhum país". 

    "A Marinha chinesa não trouxe guerra, turbulência ou preocupação a qualquer parte do mundo. Sempre compreendeu a paz, prezou a paz e defendeu a paz", acrescentou. 

    Além do novo porta-aviões Liaoning, que foi construído se baseando em um navio russo inacabado da classe Kuznetsov, a Marinha chinesa ainda pode trazer aos olhares do mundo o novíssimo destróier do tipo 055 de 10.000 toneladas, que é capaz de portar 120 mísseis de diferentes tipos.

    O desfile militar acontecerá em um ambiente de tensão constante entre a China e os EUA no tão disputado mar do Sul da China. A disputa sobre a presença militar dos EUA na região, reivindicada por vários países, mas amplamente controlada por militares chineses, tem sido uma fonte de tensão entre Washington e Pequim, juntamente com a disputa comercial em curso.

    Mais:

    EUA podem manter sua supremacia naval perante a China?
    EUA estariam prontos a fazer concessões comerciais à China
    China está prestes a revolucionar energia termonuclear?
    Tags:
    desfile, parada, Type 055, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar