20:51 25 Maio 2019
Ouvir Rádio
    A view of St. Sebastian's Church damaged in blast in Negombo, north of Colombo, Sri Lanka, Sunday, April 21, 2019.

    Hezbollah condena atentados no Sri Lanka e pede união entre as religiões

    © AP Photo / Chamila Karunarathne
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 40

    O movimento libanês Hezbollah disse neste domingo (21) que condenou veementemente os ataques no Sri Lanka e pediu que pessoas de todas as religiões se unam para combater a ameaça comum.

    Oito explosões aconteceram no Sri Lanka neste domingo de Páscoa, atingindo várias igrejas com fiéis católicos e hotéis em Colombo e outras cidades. As autoridades do Sri Lanka declararam um toque de recolher no país após os ataques. Mais de 200 pessoas morreram nas explosões e outras 450 pessoas ficaram feridas.

    "O Hezbollah condena os ataques terroristas às igrejas e hotéis do Sri Lanka que resultaram em centenas de mortes de pessoas inocentes. O Hezbollah condena veementemente ataques a fiéis e suas cerimônias religiosas nos dias de grandes feriados […]. [o Hezbollah] convoca todos os fiéis do mundo, não importa sua filiação religiosa, a se levantarem contra este perigoso fenômeno [terrorismo], seja ele implementado por indivíduos ou grupos artificiais", disse o Hezbollah em um comunicado.

    O Hezbollah também afirmou que o terrorismo não tem nada a ver com religião, enfatizando a necessidade de combater as atividades terroristas.

    Treze pessoas foram detidas suspeitas de terem conexão as explosões. Espera-se que o presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena, nomeie uma comissão especial para investigar os atentados.

    Mais:

    'Pânico': testemunha conta como sobreviveu a atentado terrorista no Sri Lanka
    Terrorismo no Sri Lanka: autoridades prendem suspeitos de atentados que mataram 215
    Investigações preliminares apontam para ataques suicidas no Sri Lanka
    Bolsonaro condena ataques terroristas no Sri Lanka
    Tags:
    intolerância religiosa, atentado terrorista, Hezbollah, Maithripala Sirisena, Líbano, Sri Lanka
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar