08:35 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Encontro entre o então líder norte-coreano Kim Jong-il (pai e antecessor de Kim Jong-un) e o presidente russo Vladimir Putin, em 23 de agosto de 2002

    Kim Jong-un se prepara para reunião com Putin em Moscou, diz mídia sul-coreana

    © AP Photo / Alexander Zemlianichenko
    Ásia e Oceania
    URL curta
    13290

    O líder norte-coreano Kim Jong-un está se preparando para fazer uma visita oficial à Rússia, e em Moscou ele deverá se encontrar pela primeira vez com o presidente russo Vladimir Putin, de acordo com notícias divulgadas pela mídia sul-coreana nesta quinta-feira.

    Conhecido como "mordomo" do líder da Coreia do Norte, Kim Chang-son, funcionário da Comissão de Assuntos do Estado norte-coreano, desembarcou na última terça-feira na capital russa e permanecia na cidade nesta quinta-feira, segundo a agência sul-coreana Yonhap.

    A especulação sobre uma possível viagem de Kim Jong-un à Rússia, um país com o qual a Coreia do Norte divide parte de sua fronteira, envolve o fato do seu "mordomo" sempre ser despachado para preparativos logísticos das viagens oficiais do líder norte-coreano.

    Antes das duas cúpulas com o presidente estadunidense Donald Trump, Kim Chang-son visitou Singapura e Vietnã, respectivamente, com bastante antecedência para realizar os acertos necessários.

    Ainda de acordo com a Yonhap, a diplomacia norte-coreana voltou-se ao Kremlin depois do fracasso da segunda e mais recente cúpula entre Kim e Trump, realizada em Hanói e que não rendeu qualquer avanço, sendo considerada um fracasso e gerando o temor da retomada de testes balísticos por parte de Pyongyang.

    Apenas em março, ao menos três altos funcionários norte-coreanos desembarcaram em Moscou. Nesta semana, uma delegação de senadores russos fez o caminho inverso e visitaram Pyongyang, em um movimento de incremento das relações bilaterais.

    Citado por um jornal da Coreia do Sul, o ex-chefe do Centro de Missão Coreana da Agência Americana de Inteligência (CIA), Andrew Kim, declarou que o líder norte-coreano está costurando uma visita oficial à Rússia.

    Depois de anos recluso em seu próprio país, Kim Jong-un já fez quatro visitas à China desde 2018, em busca de apoio e conselhos junto ao governo chinês, um aliado histórico. Contudo, o líder norte-coreano ainda não se encontrou oficialmente com Putin, que por sua vez já teve a oportunidade de encontrar oficialmente o pai de Kim, Kim Jong-il, falecido em 2011.

    Mais:

    Quão fragilizado seria futuro EUA-Coreia do Norte se CIA tiver invadido embaixada coreana?
    Tudo ou nada: EUA não aceitarão desnuclearização gradual da Coreia do Norte, diz Bolton
    Coreia do Norte estaria preparando lançamento de míssil, supõem analistas dos EUA (FOTO)
    Tags:
    armas nucleares, diplomacia, relações bilaterais, visita oficial, Yonhap, Andrew Kim, Kim Jong-il, Kim Chang-son, Vladimir Putin, Kim Jong-un, Singapura, Vietnã, Estados Unidos, Coreia do Sul, China, Rússia, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar