14:28 14 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente sul-coreano Moon Jae-in e líder norte-coreano, Kim Jong-un, durante cerimônia de boas-vindas no Aeroporto Internacional Sunn em Pyongyang, na Coreia do Norte

    Desmilitarização do 'lugar mais assustador da Terra' foi iniciada

    © AP Photo / Pyongyang Press Corps Pool
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2120

    As Coreias do Norte e do Sul removeram todas as armas e munições da Área de Segurança Conjunta (JSA, na sigla em inglês), localizada entre as nações, onde soldados norte e sul-coreanos ficam de pé cara a cara com armas apontadas, conforme artigo publicado pela CNN.

    "O lugar mais assustador da terra", declarou o ex-presidente norte-americano, Bill Clinton, ao descrever uma das fronteiras mais perigosas do planeta, conhecida como JSA ou Panmunjom.

    Os líderes das Coreias estão tentando mudar o ambiente hostil de anos. Na primeira cúpula da história entre os dois, tanto Kim Jong-un quanto Moon Jae-in atravessaram simbolicamente a demarcação militar, sendo este o primeiro passo de transformação da zona militarizada uma "zona de paz".

    O acordo realizado entre os líderes Moon e Kim inclui a retirada de todas as minas e postos de vigilância, além de armamentos e munições. Segundo informações do Ministério da Defesa da Coreia do Sul, já foram retiradas 14 minas terrestres, 187 explosivos, além de ter desenterrado restos mortais de dois soldados, que provavelmente eram sul-coreanos.

    Ambos os líderes saberão de todos os procedimentos e todas as movimentações que ocorrerem na JSA. Além disso, o local passará a ser vigiado por 70 pessoas desarmadas, sendo 35 norte-coreanos e 35 sul-coreanos.

    A JSA se trata de uma das últimas relíquias da Guerra Fria. Um dos fatos marcantes relacionados ao local ocorreu no ano passado, quando um soldado norte-coreano foi atingido por diversos disparos das forças norte-coreanas enquanto tentava chegar à "zona de paz" administrada pelos sul-coreanos.

    Anteriormente, os dois países se encontravam a beira de um colapso, ameaçando uns aos outros, podendo ocasionar uma nova guerra nuclear a qualquer momento. Entretanto, Moon havia prometido se esforçar para formar um tratado de paz entre os dois países. Após a realização de três reuniões bilaterais, os líderes chegaram ao acordo sobre a desmilitarização e tratado de paz.

    Mais:

    Pompeo e Kim acordam medidas para desnuclearização da Coreia do Norte
    Ativistas sul-coreanos enviam dezenas de balões com propaganda para Coreia do Norte
    Sul-coreanos protestam em Washington contra acordo de paz com a Coreia do Norte
    Tags:
    encontro bilateral, desnuclearização, zona desmilitarizada, acordo, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik