10:51 18 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Líder norte-coreano, Kim Jong-un, durante a sessão de fotos no âmbito da cúpula histórica entre os EUA e a Coreia do Norte em Singapura, em 12 de junho de 2018

    Shinzo Abe e Kim Jong-un podem realizar cúpula na Rússia

    © AP Photo / Evan Vucci
    Ásia e Oceania
    URL curta
    250

    O governo do Japão está de olho na cidade portuária russa de Vladivostok para sediar uma cúpula entre seu primeiro-ministro Shinzo Abe e Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, segundo a mídia japonesa.

    A cúpula histórica pode ocorrer em setembro, como encontro lateral do Fórum Econômico Oriental, segundo disseram fontes do governo à agência de notícias japonesa Kyodo. A Rússia convidou Kim para o fórum depois que Abe confirmou sua participação no ano passado.

    O jornal Yomiuri informou nesta quarta-feira (13), citando fontes do governo japonês, que altos funcionários dos dois países estariam mantendo uma série de conversas secretas para organizar a cúpula. Além de Vladivostok, Pyongyang também foi apontada como possível local do encontro.

    A notícia da possibilidade do encontro acontece dias depois de Kim ter encontrado o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Singapura. Na ocasião, o líder norte-coreano se comprometeu a trabalhar para a desnuclearização da península coreana.
    Shinzo Abe já afirmou que ofereceria assistência econômica aos norte-coreanos, caso estes desistissem da produção de armas nucleares e libertassem cidadãos japoneses sequestrados.

    Tags:
    Encontro entre Donald Trump e Kim Jong-un, península coreana, Yomiuri Shimbun, Donald Trump, Shinzo Abe, Kim Jong-un, Estados Unidos, Coreia do Norte, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik