13:39 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Singapura

    Casa Branca revela as razões da escolha de Singapura para reunião com líder norte-coreano

    © REUTERS / Edgar Su/File Photo
    Ásia e Oceania
    URL curta
    132

    Singapura foi escolhida para sediar o histórico encontro entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, por razões de segurança e de neutralidade, disse o secretário de imprensa adjunto da Casa Branca, Raj Shah, a bordo do Air Force One.

    "Singapura tem laços com os Estados Unidos e a Coreia do Norte", disse Shah nesta quinta-feira, quando solicitado a explicar a escolha do local. SEgundo ele, a cidade pode "garantir a segurança do presidente [Trump] e a segurança de Kim Jong-un, bem como fornecer neutralidade".

    No começo desta quinta-feira, Trump anunciou via Twitter que se encontrará com Kim Jong-un em Singapura no dia 12 de junho.

    Shah ressaltou que o primeiro encontro entre os líderes da China e de Taiwan também ocorreu em Singapura há alguns anos.

    O porta-voz da Casa Branca acrescentou que os detalhes do encontro, como a sua duração, ainda precisam ser discutidos.

    Na quarta-feira, o secretário de Estado, Michael Pompeo, revelou estar planejando uma reunião de um dia entre Trump e Kim, com a oportunidade de ampliar o evento, se for necessário.

    Mais:

    Big Mac em Pyongyang: Kim quer usar cúpula com Trump para obter investimentos dos EUA
    Coreia do Norte liberta americanos e anima Trump antes da cúpula com Kim
    Trump define encontros com líderes das Coreias, mas faz mistério sobre reunião com Kim
    Vice dos EUA adia vinda ao Brasil para se focar no encontro entre Trump e Kim
    Tags:
    Kim Jong-un, Donald Trump, Coreia do Norte, EUA, Singapura
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik