09:05 22 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Moon Jae-in (à esquerda), presidente da Coreia do Sul aperta a mão de Xi Jinping (à direita), presidente da China durante encontro do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (APEC).

    Pequim e Seul se alinham por acordo de paz entre as Coreias

    © AP Photo/ Ding Lin
    Ásia e Oceania
    URL curta
    241

    A China e a Coreia do Sul vão cooperar estreitamente para chegar a um tratado de paz permanente entre Seul e Pyongyang. É o que informou o serviço de imprensa do gabinete presidencial sul-coreano nesta sexta-feira (4).

    Durante o dia, os presidente chinês, Xi Jinping, e o sul-coreano, Moon Jae-in, conversaram por telefone sobre o recente encontro entre Moon e o líder norte-coreano Kin Jong-un, em que os dois políticos coreanos se comprometeram a assinar um tratado de paz este ano.

    "[Moon e Xi] também concordaram que os dois países se comunicarão de perto e cooperarão ativamente no processo de substituir o armistício coreano por um tratado de paz", disse o comunicado, citado pela agência de notícias Yonhap.

    O comunicado também aponta que Moon Jae-in o fato de seu colega chinês manter as intenções desnuclearizar a península coreana e estabelecer a paz entre Seul e Pyongyang.

    O gabinete do presidente sul-coreano afirma que Xi Jinping também viu com bons olhos o recente encontro entre os líderes das duas Coreias, felicitando os esforços do presidente sul-coreano para resolver a crise na região.

    As Coreias do Sul e do Norte permanecem legalmente em guerra, já que nenhum tratado de paz foi assinado após a Guerra da Coreia entre 1950 e 1953. O Acordo de Armistício Coreano, de 1953, previa a suspensão das hostilidades, além da demarcação de uma linha com uma zona neutra entre os países.

    Mais:

    COI se dispõe a ajudar na promoção das conversações de paz entre Coreia do Sul e do Norte
    Coreia do Norte enviará recursos para construir uma ponte na fronteira com Rússia
    Trump insinua que 3 norte-americanos presos na Coreia do Norte serão libertados
    Seul removerá alto-falantes de propaganda da fronteira com a Coreia do Norte
    Tags:
    guerra da coreia, desnuclearização, Moon Jae-in, Xi Jinping, China, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik