04:55 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte durante as manobras militares

    Coreia do Norte espera receber até US$ 50 bilhões do Japão

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    693

    Pyongyang espera receber ajuda econômica do Japão no valor entre US$ 20 e US$ 50 bilhões (R$ 66,6 bilhões e R$ 166,4 bilhões), quando os países normalizarem as relações bilaterais.

    Segundo informações divulgadas pelo jornal The Asahi Shimbun, entre os altos cargos do partido político norte-coreano circula um folheto em que se explica a política exterior atual do país.

    O documento está sendo utilizado no discurso das reuniões dos dirigentes do partido quando examinam as relações com Coreia do Sul, EUA, China, Japão e Rússia.

    O texto revela que Tóquio, através da Associação Geral dos Coreanos Residentes no Japão — organização que, de fato, funciona como embaixada devido à falta de relações diplomáticas — está testando o terreno para uma possível cúpula entre os líderes dos dois países.

    Segundo o documento, tal reunião pode ocorrer em junho após negociações entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano Kim Jong-un, previstas para maio.

    Vale ressaltar que Pyongyang busca garantias americanas de sua segurança e espera uma grande assistência econômica do Japão se as relações bilaterais forem normalizadas.

    Anteriormente, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe afirmou que é possível uma cúpula trilateral com a participação de líderes do Japão, Coreia do Norte e Estados Unidos. Ademais, ele acrescentou que Tóquio mantém contatos com Pyongyang através dos canais diplomáticos de Pequim, mas não especificou os detalhes.

    Mais:

    Opinião: China mostra que Coreia do Norte não é país pária
    Kim diz que situação na península coreana está melhorando graças à Coreia do Norte
    Kim Jong-un: desnuclearização da península coreana é possível apenas sob uma condição
    Trump diz estar 'ansioso' para se encontrar com Kim Jong-un
    Tags:
    relações diplomáticas, ajuda financeira, reunião, Kim Jong-un, Coreia do Norte, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik