14:58 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    2017 também foi marcado por repetidos testes balísticos da Coreia do Norte e até mesmo um teste nuclear. Na foto, o líder norte-coreano Kim Jong-un.

    Kim diz que situação na península coreana está melhorando graças à Coreia do Norte

    © AP Photo / Wong Maye-E
    Ásia e Oceania
    URL curta
    780

    O líder norte-coreano, Kim Jong Un, disse em uma reunião com o presidente chinês, Xi Jinping, que a situação na península coreana começou a melhorar, informou o Ministério das Relações Exteriores chinês na quarta-feira.

    "Kim Jong-un disse que a situação na península coreana começou a melhorar depois que a Coreia do Norte tomou a iniciativa de aliviar as tensões e apresentar propostas para negociações de paz", disse o comunicado.

    Entre os dias 25 e 28 de março, Kim e sua esposa Ri Sol-ju estão fazendo uma visita não oficial à China a convite de Xi.

    Entre os dias 5 e 6 de março, uma delegação de alto nível da Coreia do Sul visitou a Coreia do Norte, onde realizou uma reunião com o líder Kim.

    Após o retorno da delegação, o gabinete presidencial sul-coreano anunciou que Seul e Pyongyang chegaram a um acordo histórico sobre a realização da terceira cúpula dos líderes dos países no final de abril. 

    Além disso, Kim expressou sua vontade de manter diálogo com os Estados Unidos. O presidente dos EUA, Donald Trump, aceitou o convite para se reunir com Kim até o final de maio.

    A mídia sul-coreana informou na segunda-feira (26), citando uma fonte na administração presidencial sul-coreana, que o líder norte-coreano esperava assinar um acordo de paz com os Estados Unidos e estabelecer relações diplomáticas entre os dois países.

    Mais:

    Coreia do Norte faz apelo para EUA adotarem 'atitude séria' para a paz
    Cético, novo assessor de Trump sugere que Coreia do Norte quer 'enrolar' os EUA
    Cúpula entre Japão, EUA e Coreia do Norte é possível, diz Shinzo Abe
    Novo assessor de Trump quer estabelecer pré-requisitos para negociar com a Coreia do Norte
    Tags:
    tensão militar, diplomacia, Kim Jong-un, Donald Trump, Pyongyang, Seul, Estados Unidos, EUA, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik