03:08 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    141
    Nos siga no

    O tempo chuvoso do outono é muito bom para proliferação de cobras por toda a Austrália. Para saírem dos ovos, as crias dos répteis precisavam de calor que recebem durante os meses anteriores.

    Os especialistas dizem que atualmente o país se encontra em meio à estação da proliferação de cobras marrons. Essa espécie de serpente mortal é considerada uma das mais agressivas, informa o portal 9News.

    O início do outono com temperaturas altas faz com que estes animais procurem refúgio, geralmente dentro de casas, como aconteceu há duas semanas, quando uma mãe assustada encontrou dentro da lancheira de seu filho uma cobra marrom.

    De acordo com as informações, 27 pessoas já receberam tratamento das picadas de cobras pelo departamento de emergência do Hospital de Cairns desde o início do ano.

    Os especialistas dizem que a combinação do tempo úmido e o período ativo para as cobras levam a contatos mais ativos dos répteis com as pessoas.

    A última pessoa que faleceu devido à picada da cobra em Cairns, foi David Pitt de 77 anos, que morreu após ser picado dentro de sua casa em dezembro de 2016. A cobra, da espécie taipan, atacou-o duas vezes no pé quando ele encontrou o animal em seu quarto e tentou removê-lo com pinças de cozinha.

    Mais:

    Bairro no centro da cidade fica paralisado por 'passeio' de cobra venenosa (FOTOS, VÍDEO)
    Apartamento Cobra! Veja lugar onde moravam mais de 200 serpentes (FOTOS)
    Naja para rapaz: não me beije, tolinho, sou feroz
    Tags:
    perigo, hospital, picada, réptil, Cobra, Austrália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar