13:50 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Extração de petróleo

    Ampliar o embargo ao petróleo será percebido como declaração de guerra por Pyongyang

    © AP Photo / Hasan Jamali
    Ásia e Oceania
    URL curta
    884
    Nos siga no

    O embaixador da Rússia na Coreia do Norte adverte que as sanções de fornecimento de petróleo ao país asiático "atingiram o seu limite".

    O embaixador da Rússia na Coreia do Norte, Aleksander Matsegora, expressou preocupação com as atuais sanções contra Pyongyang e a possibilidade de que elas possam resultar em uma proibição total do embarque de petróleo para o país asiático.

    "Se o fornecimento de petróleo e de seus subprodutos for interrompido, isso significará um bloqueio completo contra a Coreia do Norte […] Isso seria percebido [por Pyongyang] como uma declaração de guerra, com todas as consequências que isso implica", disse o diplomata à Sputnik.

    Segundo Matsegora a ONU estabeleceu o limite de importação de 540 mil toneladas de petróleo bruto da China por Coreia do Norte, e cerca de 60 mil toneladas de petróleo refinado de outros países. Isso é "uma gota no oceano", disse o embaixador, acrescentando que uma ampliar as sanções seria fatal para a economia. "Já atingimos o limite", concluiu.

    Mais:

    Revelado lugar onde Coreia do Norte produz motores de mísseis (FOTO)
    Rússia sabe que mísseis possui Coreia do Norte
    Aposta arriscada? General diz que Coreia do Norte não provou que pode atingir os EUA
    Diplomacia deve 'impor razão' à Coreia do Norte, diz secretário de Defesa dos EUA
    Tags:
    sanções, embargo, petróleo, Aleksandr Matsegora, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar