15:56 21 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    O secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, fala sobre questões relacionadas com vistos e viagens depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou uma nova ordem de proibição de viagens em Washington, EUA, em 6 de março de 2017.

    Tillerson: 'morte de norte-coreanos é indício que diplomacia estadunidense funciona'

    © REUTERS/ Kevin Lamarque
    Ásia e Oceania
    URL curta
    21720

    Esta é a inesperada descrição sobre como o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, aparentemente considera uma diplomacia eficaz.

    Os índices de fome e morte na Coreia do Norte são um sinal de que a estratégia da diplomacia estadunidense funciona, declarou Rex Tillerson na quarta-feira (16), durante conversa com a ex-secretária de Estado Condoleezza Rice, informa o The Washington Post.

    O objetivo dos Estados Unidos é não permitir que Pyongyang desperte simpatia em todo o mundo devido às aflições causadas pelas sanções, segundo revelou Rex Tillerson.

    "Os japoneses […] receberam mais de 100 barcos de pesca norte-coreanos que navegavam à deriva até águas japonesas. Dois terços das pessoas nessas embarcações foram mortas", destacou Tillerson, citando a delegação japonesa que assistiu no início dessa semana a uma conferência em Vancouver (Canadá).

    Na opinião de Tillerson, a morte dos pescadores norte-coreanos é um bom sinal porque indica a escassez de alimentos que o país asiático sofre:

    "Eles [pescadores] estão sendo enviados em pleno inverno para pescar, porque há falta de alimentos. E estão os enviando com a quantidade de combustível insuficiente para voltar. Assim recebemos evidências de que elas [as sanções] estão começando a doer".

    Além disso, o secretário de Estado norte-americano assegurou que está convencido de que o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, perante a fome e falta de combustível, estará disposto a negociar com os Estados Unidos.

    Mais:

    Congressistas dos EUA alertam Casa Branca quanto aos riscos de guerra na Coreia do Norte
    'Rússia ajuda Coreia do Norte a se esquivar às sanções'
    Trump diz que situação na Coreia do Norte 'dificilmente será resolvida de forma pacífica'
    Quem tem o maior botão? Coreia do Norte chama Trump de 'lunático' e 'cão raivoso'
    Hackers ligados a Pyongyang atacam bolsas de criptomoedas na Coreia do Sul
    Sanções adicionais contra Coreia do Norte devem ser adotadas por 20 países
    Tags:
    mortos, pressão, navios, fome, diplomacia, sanções, Rex Tillerson, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik