12:13 15 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    North Korean leader Kim Jong Un visits Mount Paektu in this photo released by North Korea's Korean Central News Agency (KCNA) in Pyongyang December 9, 2017

    Veja como a Coreia do Norte pretende participar das Olimpíadas de Inverno na Coreia do Sul

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    881

    Pyongyang pode exigir que Seul suspenda as restrições econômicas impostas à Coreia do Norte e renove projetos econômicos bilaterais e de ajuda humanitária em troca da participação nas Olimpíadas Inverno de 2018, em Pyeongchang, Coreia do Sul.

    Foi o que apontou um relatório elaborado pelo Instituto Sul-coreano de Estratégia de Segurança Nacional, divulgado nesta segunda-feira (1), 

    Em sua mensagem de Ano Novo à nação, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, expressou a esperança de que os atletas norte-coreanos possam participar nas próximas Olimpíadas. Para que isto aconteça, um encontro entre as delegações dos dois países pode ser realizado em breve.

    "Em troca disso, não se pode descartar a ideia de que Seul suspenda as sanções econômicas, e a retomae projetos econômicos de cooperação e ajuda humanitária", disse o relatório.

    Pyongyang também insiste na suspensão de exercícios militares entre Estados Unidos e Coreia do Sul na península e na cessação de Washington dos investimentos estratégicos no território sul-coreano.

    As tensões em torno do programa de armas nucleares da Coreia do Norte cresceram recentemente devido aos repetidos testes nucleares e de armas realizados por Pyongyang, violando as resoluções do Conselho de Segurança da ONU. 

    No final de dezembro de 2017, o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, disse que os Estados Unidos e a Coreia do Sul estavam considerando a possibilidade de suspender exercícios militares para reduzir as tensões antes dos jogos olímpicos.

    As olimpíadas de inverno de 2018 acontecem em Pyeongchang de 9 a 25 de fevereiro. A cidade-resort sul-coreana está localizada a apenas 80 quilômetros da fronteira com a Coreia do Norte.

    Mais:

    Rússia nega fornecimento ilegal de petróleo à Coreia do Norte
    No ano que vem, a Coreia do Norte continuará aumentando seu potencial nuclear
    Petroleiros russos alimentaram a Coreia do Norte com transferências no mar, diz agência
    'Coreia do Norte não pode recuar, ela vai se defender até o final'
    Tags:
    tensão política, tensão militar, sanções econômicas, Kim Jong-un, Pyeongchang, Pyongyang, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik