11:49 17 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Sistema de defesa antimíssil Aegis Ashore

    Tóquio autoriza compra de sistemas de combate estadunidenses Aegis Ashore

    CC BY 2.0 / Agência da Defesa de Mísseis dos EUA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    610

    O governo do Japão tomou a decisão de adquirir os sistemas de combate terrestres dos EUA, Aegis Ashore, para aumentar as capacidades da sua defesa diante do desenvolvimento do programa norte-coreano de mísseis balísticos.

    Segundo informam os funcionários do Ministério da Defesa japonês, citados pela agência Kyodo, os sistemas Aegis Ashore serão posicionados de modo que cobrirão todo o território nacional e, provavelmente, começarão a funcionar em 2023.

    O valor de aquisição de cada sistema é estimado em pelo menos 100 bilhões de ienes (R$ 2,92 bilhões).

    As armas devem complementar os mísseis interceptores SM-3 da versão naval de Aegis instalada a bordo de vários destróieres japoneses e cerca de 30 sistemas PAC-3 estacionados nas principais bases militares e nas zonas mais povoadas.

    Na noite de 28 para 29 de novembro, a Coreia do Norte lançou o míssil Hwasong-15, que percorreu uma distância de 950 quilômetros e caiu a 210 quilômetros do litoral do Japão.

    Mais:

    Pentágono: sistemas Aegis na Romênia e Polônia são incapazes de lançar mísseis de cruzeiro
    Modernização militar: Marinha dos EUA recebe novo destróier dotado de sistema Aegis
    Mídia: Japão está preparando resposta bélica à Coreia do Norte
    Japão: novo míssil da Coreia do Norte pode conter armas químicas e biológicas
    Japão: testes nucleares e de mísseis da Coreia do Norte são absolutamente inaceitáveis
    Tags:
    sistema de defesa antiaérea, compra, Aegis Ashore, PAC-3, SM-3, Ministério da Defesa do Japão, Kyodo, Tóquio, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar