16:58 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Os bombardeiros B-1B Lancer dos EUA

    Aviões supersônicos dos EUA simulam bombardeio perto da península da Coreia

    © REUTERS/ Staff Sgt. Steve Thurow/ Força Aérea dos EUA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Coreia do Norte lança mais um míssil (38)
    343

    Os bombardeiros estratégicos B-1B Lancer com capacidade nuclear e 20 caças sul-coreanos simularam um bombardeio de alvos nucleares táticos sobre as águas do mar Amarelo, entre o litoral da China e Coreia do Norte.

    EUA não limitaram sua atividade militar com seu bombardeiro estratégico Rockwell B-1B Lancer que sobrevoou a península da Coreia no âmbito dos exercícios Vigilant Ace. Poucas horas depois da sua aterrissagem na base área em Guam, o comando militar enviou mais dois aviões — do mesmo modelo e para a mesma zona — com objetivo de simular um bombardeio.

    Ambos os aviões supersônicos, designados para atacar com bombas nucleares, entraram na zona da defesa antiaérea sul-coreana no sul da ilha de Jeju. Os bombardeiros estadunidenses estavam acompanhados por 20 caças do seu aliado (Coreia do Sul).

    Finalmente, eles simularam um bombardeio de alvos nucleares táticos sobre as águas do mar Amarelo, entre o litoral da China e Coreia do Norte, informa a agência Yonhap

    É completamente incomum para EUA enviar duas vezes sucessivas seus aviões B-1B Lancer, estacionados na base militar Andersen da Força Aérea dos EUA, na ilha de Guam, para a Coreia do Sul, destaca a agência.

    Por outro lado, um oficial sul-coreano que preferiu não ser identificado sublinhou que esta vez os aviões furtivos estadunidenses não participaram da simulação.

    EUA e Coreia do Sul realizam nesta semana as manobras conjuntas sem precedentes Vigilant Ace 18 que contam com participação de 12.000 militares, seis caças F-22, seis F-35A, uma dúzia de F-35B e mais de 200 aviões de combate de diversos tipos da Força Aérea e da Marinha dos EUA. A conclusão das manobras está prevista para sexta-feira (8).

    Tema:
    Coreia do Norte lança mais um míssil (38)

    Mais:

    China prepara seus cidadãos para um ataque nuclear da Coreia do Norte? (FOTO)
    Opinião: sem esforços significativos, não tem como evitar guerra na península da Coreia
    Coreia do Norte: a guerra na península é inevitável
    Ataque preventivo dos EUA contra Coreia do Norte é 'impossível', diz analista japonês
    Opinião: Coreia do Norte já tem como responder ao bombardeiro dos EUA perto de fronteiras
    Tags:
    aviões de combate, bombardeiro estratégico, caças, simulação, manobras, bomba, exercícios militares, ataque, B1-B Lancer, Força Aérea dos EUA, Marinha dos EUA, Península da Coreia, Guam, Mar Amarelo, Coreia do Sul, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik