07:10 26 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Um soldado indiano olhando pelo binóculo a 200 km da Linha de Controle que separa Índia e Paquistão

    Índia chama Paquistão de 'Terroristão' em discurso na ONU

    © AFP 2018 / PRAKASH SINGH
    Ásia e Oceania
    URL curta
    72ª sessão da Assembleia Geral da ONU (19)
    143

    Nesta quinta-feira (21), no âmbito da 72ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, a Índia denominou o Paquistão de "Terroristão" devido a sua "indústria florescente produtora e exportadora de terrorismo".

    Essas foram as palavras da primeira-secretária da Missão Permanente da Índia na ONU durante seu discurso na sede da organização em Nova York, informa a agência Indiatimes

    "Em sua história curta, o Paquistão já virou sinônimo geográfico de terror", enfatizou a diplomata, que qualificou o país vizinho de "terra do puro terror" e denunciou o fato de que Hafiz Mohammed Saeed, o líder da organização Lashkar-e-Taiba, qualificada pela ONU como grupo terrorista, "agora está buscando um jeito de ser legitimado como líder de um partido político".

    Gambhir destacou que a "política antiterrorista" do Paquistão representa a integração e promoção dos movimentos terroristas, protegidos com "carreiras políticas", ou até mesmo proporciona asilos aos líderes do terrorismo global. 

    "Até agora, todos os vizinhos paquistaneses são dolorosamente familiarizados com essas táticas de criar uma narrativa baseada em distorções, enganos e mentiras", disse Gambhir, acrescentando que essas tentativas de criar fatos alternativos não mudarão a realidade. "Nada disso pode justificar os esforços gananciosos do Paquistão de desejar receber os territórios de Jammu e Caxemira", que, ressaltou "são e para sempre serão parte integrante da Índia".

    Com estas palavras, a diplomata indiana respondeu aos comentários do primeiro-ministro paquistanês, Shahid Khaqan Abbasi, quanto à região disputada de Caxemira, no contexto do seu discurso no quadro da Assembleia Geral.

    Nesse mesmo dia, o político acusou a Índia de realizar atividades terroristas contra seu país e advertiu dar uma "resposta adequada" caso Nova Deli "atravesse a linha de controle", a fronteira militar entre a Índia e Paquistão, estabelecida de acordo com sua "doutrina da guerra limitada contra o Paquistão".

    Tema:
    72ª sessão da Assembleia Geral da ONU (19)

    Mais:

    Escalada de conflito entre Índia e Paquistão ameaça o mundo com catástrofe nuclear
    Mísseis da Índia podem ter mudado sua mira do Paquistão para China
    Paquistão pronto para investigar com a Índia ataques terroristas
    Tags:
    tensões, confronto, terrorismo, Assembleia Geral da ONU, Paquistão, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik