14:15 20 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Donald Trump, presidente dos EUA e Xi Jinping, seu homólogo chinês falam depois do encontro realizado em 7 de abril de 2017 em Mar-a-Lago

    Trump: 'não vamos tolerar o que está acontecendo na Coreia do Norte'

    © AP Photo / Alex Brandon
    Ásia e Oceania
    URL curta
    17310

    O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira, após uma conversa telefônica com o presidente da China, Xi Jinping, que uma ação militar contra a Coreia do Norte não era sua primeira opção, mas não chegou a excluir a sua possibilidade.

    "Vamos ver o que acontece", disse Trump aos jornalistas, ao deixar Washington e embarcar para o estado de Dakota do Norte.

    O líder norte-americano classificou a sua conversa com o presidente chinês de "franca" e "forte".

    "O presidente Xi gostaria de fazer algo [a respeito da Coreia do Norte]. Vamos ver se ele consegue ou não. Porém, não vamos tolerar o que está acontecendo na Coreia do Norte", afirmou Trump aos jornalistas presentes na Casa Branca, informou Reuters.

    "Acredito que o presidente Xi está 100% de acordo comigo…tivemos uma conversa muito-muito franca e muito forte", concluiu Trump.

    Mais:

    Trump comenta possibilidade de ataque contra Coreia do Norte
    Casa Branca: Trump usa 'processo integrado' para impedir conflito na Coreia do Norte
    Trump aceita e Coreia do Sul aumentará a sua capacidade de mísseis
    Trump confirma cooperação entre EUA e Japão para lidar com crise da Coreia do Norte
    Tags:
    crise coreana, Xi Jinping, Donald Trump, Coreia do Norte, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik