11:24 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    O presidente filipino, Rodrigo Duterte (foto de arquivo)

    Duterte: nunca irei aos EUA, 'país nojento'

    © REUTERS / Kim Kyung-Hoon
    Ásia e Oceania
    URL curta
    17404

    O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, afirmou que nunca irá fazer uma visita oficial aos EUA "nojentos", apesar de ter sido convidado pelo próprio presidente norte-americano, Donald Trump, informa a agência AFP.

    Anteriormente, Trump convidou Duterte para visitar Washington.

    "Durante meu mandato presidencial, e até mesmo depois dele, nunca viajarei para os Estados Unidos. Eu vi os EUA, é um país nojento. Eles violam muito os direitos humanos", afirmou Duterte.

    Segundo a agência, na quinta-feira (20), foi realizada em Washington uma reunião dedicada à violação dos direitos humanos durante a campanha do presidente filipino, orientada ao combate de drogas. De acordo com o congressista estadunidense, Jim McGovern, não vale a pena convidar o líder das Filipinas para os EUA, acrescentando que, caso a visita oficial venha a ser realizada, ele mesmo liderará um movimento de protesto contra a mesma.

    Rodrigo Duterte, eleito em maio do ano passado, defende a luta em grande escala contra drogados, bem como contra traficantes. De acordo com dados recentes da ONU, desde a chegada de Duterte ao poder, mais de 6.000 pessoas foram mortas, ligadas ao narcotráfico, até mesmo durante as investigações quanto ao envolvimento.

    Além disso, há mais de quatro décadas, o país enfrenta uma guerra entre tropas governamentais e maoístas. A luta armada resultou na morte de mais de 40.000 pessoas.

    Mais:

    Deputados filipinos votam contra impeachment do presidente Duterte
    Rússia e Filipinas começam negociações para fornecimento de armas
    Tags:
    convite, Jim McGovern, Donald Trump, Rodrigo Duterte, EUA, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik