00:23 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Exercícios Foal Eagle com militares de EUA e Coreia do Sul (arquivo)

    Seul: exercícios militares conjuntos dos EUA e da Coreia do Sul continuam

    © AP Photo / Lee Jin-man
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1724
    Nos siga no

    Os exercícios militares conjuntos da Coreia do Sul e dos EUA não estão relacionados à crise nuclear com a Coreia do Norte e continuarão, disse o presidente sul-coreano Moon Jae-in, ao discursar em Washington nesta sexta-feira.

    "As provocações nucleares e balísticas da Coreia do Norte são ilegais e violam as resoluções da ONU, bem como as normas internacionais. Os exercícios conjuntos entre a Coreia e os EUA são de caráter defensivo, acontecem há tempos e são legais. Eu acredito que não podemos negociar uma atividade ilegal em troca de uma outra legal. Além disso, não podemos estimular um mal comportamento", disse Moon.

    Segundo ele, a Coreia de Sul e os EUA concordam com a posição de que "não se deve tratar os exercícios como condição para que a Coreia do Norte pare as suas pesquisas nucleares".

    Apesar das sanções do Conselho de Segurança da ONU, a Coreia do Norte continua a realizar testes balísticos, sob pretexto de defesa contra uma ameaça por parte dos EUA. Os mísseis balísticos norte-coreanos caem com frequência na zona econômica exclusiva do Japão.

    Mais:

    Pentágono revisa planos para ação militar contra a Coreia do Norte
    Sanções não vão parar o programa nuclear da Coreia do Norte, diz embaixador na ONU
    Coreia do Norte avança para desenvolver bombas de hidrogênio, diz especialista
    Mídia: ex-presidente da Coreia do Sul tinha planos de assassinar Kim Jong-un
    Tags:
    exercícios militares, Moon Jae-in, Coreia do Sul, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar