21:06 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Tropas governamentais filipinas rumo à cidade de Marawi, 24 de maio de 2017

    Militantes pró-Daesh invadem escola e fazem estudantes reféns nas Filipinas

    © REUTERS / Romeo Ranoco
    Ásia e Oceania
    URL curta
    105
    Nos siga no

    Militantes partidários do grupo terrorista Daesh invadiram nesta quarta-feira (horário local) uma escolar em um povoado no sul das Filipinas, de acordo com a polícia local em contato com a Agência Reuters.

    O incidente aconteceu na mesma ilha em que acontecem combates entre soldados do governo e os militantes favoráveis aos terroristas há cinco semanas.

    Cerca de 200 membros do grupo Combatentes Islâmicos para a Liberdade de Bangsamoro (BIFF, na sigla em inglês) trocaram tiros com o Exército, disse um chefe de polícia do povoado de Pigcawayan, inspector Realan Mamon.

    Não há informações sobre feridos ou o número de estudantes feitos reféns pelos invasores da escola.

    O povoado fica na provincial filipina de Cotabato do Norte, no centro da ilha de Mindanao.

    Pigcawayan fica a 190 quilômetros ao sul de Marawi, cidade na qual os militantes do BIFF e combatentes de outros grupos aliados ao Daesh no país, estão sitiados e enfrentam o Exército filipino há mais de um mês.

    Em razão dos confrontos, o presidente filipino Rodrigo Duterte declarou lei marcial em toda a ilha no mês passado.

    Mais:

    Após EUA enviar ajuda militar, presidente das Filipinas diz que nunca solicitou auxílio
    Forças especiais dos EUA se juntam ao combate terrorista nas Filipinas
    Rússia e Filipinas começam negociações para fornecimento de armas
    Daesh destrói e queima igreja católica nas Filipinas (VÍDEO)
    Tags:
    violência, terrorismo, BIFF, Daesh, Pigcawayan, Marawi, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar