01:12 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Porta-helicópteros Izumo da Força Marítima de Autodefesa do Japão em sua base de Yokosuka, prefeitura de Kanagawa, em 6 de dezembro de 2016

    Porta-helicópteros japonês é enviado para escoltar navios da Marinha dos EUA

    © AFP 2019 / KAZUHIRO NOGI
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1866
    Nos siga no

    Porta-helicópteros japonês Izumo da Marinha japonesa assumiu a escolta de navios norte-americanos.

    A ordem foi dada pelo ministro japonês da Defesa, Tomomi Inada, após um pedido dos EUA.

    O Izumo é um dos mais modernos navios da classe de destróieres porta-helicópteros, existente apenas no Japão. Em outras partes do mundo ele seria um porta-aviões ligeiro. O deslocamento total do Izumo é de 27.000 toneladas e, nesta caraterística, ele supera os porta-aviões ligeiros europeus e corresponde aproximadamente a alguns navios de desembarque americanos.

    Na segunda-feira (1) o Izumo começou a campanha de três meses, com escala nas Filipinas.

    Durante alguns dias o Izumo vai escoltar os navios de reabastecimento americanos da península de Boso (Baía de Tóquio) até à ilha de Shikoku. Depois, os navios americanos se dirigirão à península Coreana para reabastecer os destróires equipados com o sistema de defesa antimíssil Aegis.

    A missão do navio japonês se tornou possível devido ao novo pacote de leis de garantia da segurança, que pressupõe a ampliação de poderes das Forças de Autodefesa do Japão fora do país no interesse de países terceiros.

    Mais:

    Vai ter guerra? EUA e Coreia do Norte não querem ceder posições
    Japão quer diálogo com Rússia sobre Síria, Coreia do Norte e Curilas
    Japão realizará exercícios com a Marinha dos EUA em meio à crise na Península da Coreia
    Tags:
    porta-helicópteros, escolta, Izumo, Forças de Autodefesa do Japão, Japão, EUA, Península da Coreia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar