04:54 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    As solenidades dedicadas ao aniversário 105-o do dia de nascimento de Kim Il-sung, Pyongyang, Coreia do Norte

    Rex Tillerson: EUA estão prontos para negociações diretas com Coreia do Norte

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Ásia e Oceania
    URL curta
    20310
    Nos siga no

    O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, declarou que Washington está pronto para negociações diretas com Coreia do Norte sobre seu programa nuclear, informa a estação de rádio NPR.

    "Claramente, essa seria a forma que gostaríamos de resolver o [programa nuclear]. Mas, Coreia do Norte deve estar disposta para negociar com a gente sobre agenda correta, ou seja, não se trata de simplesmente interromper suas ações no momento que estão agora, mas interromper ações futuras. Esse assunto se encontra na agenda de discussão já há 20 anos", respondeu ele ao ser interrogado pela NPR sobre a prontidão de Washington em negociar com Coreia do Norte.

    "Nosso objetivo é o mesmo que o da China, ou seja, desnuclearização da península Coreana", sublinhou o secretário de Estado dos Estados Unidos.

    As negociações entre seis países sobre desnuclearização da península Coreana foram iniciadas em 2003.  Os diplomatas da Rússia, Coreia do Norte, EUA, China, Japão e Coreia do Sul são os seis países. Em resultado, Pyongyang não apenas interrompeu seu programa nuclear, mas também iniciou a desmontagem do seu reator do Centro da Pesquisa Científica Nuclear de Yongbyon.

    Desde 2008, o diálogo entrou em um beco sem saída: EUA e Coreia do Norte não conseguiram chegar a um acordo quanto às visitas de controle dos programas nucleares de Pyongyang, ao mesmo tempo, Japão e Coreia do Sul se opuseram a fornecer combustível às usinas norte-coreanas, como acordo pelas partes.

    Mais:

    Trump indica possibilidade 'de grande conflito' com Coreia do Norte
    Austrália encara a ameaça da Coreia do Norte com toda a seriedade
    Coreia do Sul não quer pagar o THAAD
    Americanos acreditam que força militar será necessária para parar a Coreia do Norte
    Tags:
    reator nuclear, agenda, desarmamento, programa nuclear, diálogo, negociações, Rex Tillerson, China, Península Coreana, Pyongyang, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar