15:45 23 Maio 2017
Ouvir Rádio
    Metanfetamina e cereais

    Militares dos EUA são detidos na Coreia do Sul com metanfetaminas no valor de $12 milhões

    © Foto: Pyeongtaek Branch Prosecutor's Office
    Ásia e Oceania
    URL curta
    221007110

    Promotores sul-coreanos alegam que dois soldados americanos em serviço na Coreia do Sul contrabandearam 4 kg de metanfetaminas a partir da Califórnia usando o serviço postal do exército.

    Dois cidadãos sul-coreanos também foram detidos, informou a Promotoria sul-coreana. A operação também pode envolver quatro sul-coreanos e membros de suas famílias que vivem nos EUA, relatou o Stars and Stripes na quinta feira (16).

    Um dos militares americanos foi incriminado, mas não detido, enquanto o outro soldado foi preso, disseram advogados sul-coreanos. Ambos têm 19 anos, faziam parte da 2ª Divisão de Infantaria e estavam deslocados na guarnição Camp Humphreys dos EUA na Coreia do Sul. Eles negam as acusações de violar a Lei de Controle de Narcóticos.

    Algumas informações indicam que os soldados teriam agido nos interesses de uma terceira parte que até agora não foi estabelecida. O segundo soldado, que não foi preso após a decisão do tribunal local, supostamente aceitou dinheiro para ajudar a entregar o pacote, mas não sabia o que estava nas caixas de cereais e snacks.

    O soldado recebeu as caixas de cereais e as entregou a outro soldado, que então as fez chegar a um civil. A acusação tem razões para acreditar que este civil tinha a intenção de distribuir as drogas.

    "É a maior quantidade de drogas encontradas no correio do Exército", disse um representante da Promotoria à Stars and Stripes. A quantidade de metanfetaminas confiscada poderia conter 130.000 doses.

    Mais:

    Militares norte-americanos revelam objetivo secreto da operação no Iêmen
    #EpicFail: Militares norte-americanos perdem um drone de US$1.5 milhões
    Pesquisa revela o que militares americanos acham de Obama
    Tags:
    prisão, promotores, drogas, militares, metanfetamina, Forças Armadas dos EUA, EUA, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik