18:47 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados filipinos apontam em um navio chinês da Guarda Costeira perto das Ilhas Spratly, no mar do Sul da China

    China reforça seu direito de instalar infraestruturas militares nas ilhas Spratly

    © REUTERS/ Erik De Castro
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 60

    A China tem direito de instalar infraestruturas militares nas ilhas disputadas do arquipélago de Spratly no mar do Sul da China, afirmou a representante da chancelaria chinesa, Hua Chunying, durante entrevista coletiva.

    Mais cedo, a agência Reuters comunicou que as Filipinas declarou protesto diplomático em relação à China por causa da construção de objetos militares nas ilhas Spratly.

    "Gostaria de dizer que as ilhas do arquipélago de Nansha (denominação das ilhas Spratly na China) são parte do território chinês e temos o direito de deslocar infraestruturas militares necessárias", disse Hua Chunying.

    Ela destacou também que a China promove a realização de consultas pacíficas para resolver disputas entre os países correspondentes.

    A China e uma série de países da região, entre eles, Japão, Vietnã e Filipinas, divergem-se quanto às fronteiras e zonas de responsabilidade no mar do Sul da China e no mar do Leste da China. No terceiro trimestre do ano passado, o tribunal decidiu que os territórios disputados de Spratly não são nem ilhas nem zona econômica exclusiva. A China não reconheceu a decisão tomada pelo tribunal.

    Mais:

    Opinião: China demonstra interesse em assumir liderança na garantia da segurança regional
    De olho na China, Japão e Indonésia aprofundam acordos marítimos
    China e Vietnã acordam resolver disputa sobre mar do Sul da China
    Trump pronto para discutir 'uma China só'
    Tags:
    construção, direito, disputa territorial, China, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik