00:33 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1581
    Nos siga no

    O presidente filipino, Rodrigo Duterte, afirmou que poderá introduzir lei marcial no país caso a situação ligada ao tráfico de drogas piore, comunicou a agência Reuters.

    Segundo a Reuters, em dezembro, Duterte descartava tal hipótese, referindo-se às suposições como "besteira".

    "Se eu quiser e se [a situação] chegar a um ponto realmente muito perigoso, eu vou introduzir lei marcial", disse o presidente filipino, citado pela agência britânica. Ele também assinalou que ninguém poderá impedi-lo, nem o Supremo Tribunal nem o Congresso.

    Duterte, que foi eleito em maio, apoia a luta de larga escala contra usuários e traficantes de substâncias narcóticas.

    Segundo os mais recentes dados da ONU, desde o momento em que Duterte chegou ao poder, mais de 6 mil pessoas ligadas ao trafego de drogas foram mortas no país, inclusive durante as investigações. A comunidade internacional reprova os métodos aplicados por ele.

    Mais:

    Após confessar de ter assassinado traficantes, Duterte pode enfrentar impeachment
    Duterte espera que Rússia se torne aliada e protetora das Filipinas
    Duterte: 'Quando eu era prefeito, os matava com minhas próprias mãos'
    Tags:
    traficantes, guerra às drogas, lei marcial, ONU, Rodrigo Duterte, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar