18:31 04 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1723
    Nos siga no

    A ministra da Defesa do Japão, Tomomi Inada, declarou que na semana corrente visitará Guam para se inteirar do sistema antimíssil norte-americano THAAD.

    A informação foi divulgada pela agência Kyodo, que citou a declaração da ministra feita durante uma coletiva em Tóquio:

    "O Ministério da Defesa ainda não tem planos concretos de utilização de THAAD no momento, mas a instalação deste tipo de equipamento pode se tornar uma das medidas de reforço da capacidade da defesa".

    Para tomar conhecimento do sistema antimíssil e também discutir a possibilidade de deslocamento de parte de tropas norte-americanos de Okinawa, Inada visitará a base militar norte-americana de Andersen, em Guam. A visita de dois dias começa esta quarta-feira (11).

    Cabe lembrar que o mesmo sistema antimíssil será em breve instalado no município de Seongju, 296 quilômetros a sudeste de Seul. O prazo é até maio de 2017. Nos finais de 2016 o premiê sul-coreana apelava à sua instalação o mais rápido possível.

    O lado norte-americano anunciou a decisão de instalar na Coreia do Sul um destacamento de sistemas THAAD como contramedida aos mísseis da Coreia do Norte. Por sua parte, a Coreia do Norte argumenta a criação de armas nucleares e mísseis pela ameaça colocada pelos Estados Unidos.

    Como foi relatado anteriormente, a bateria de THAAD na Coreia do Sul, no valor de mais de um bilhão de dólares (cerca de 3,4 bilhões de reais), será composta por um radar antimíssil TPY-2 TM, seis lançadores e 48 mísseis interceptores.

    Mais:

    EUA anunciam maior devolução territorial ao Japão desde 1972
    Tags:
    THAAD, Coreia do Sul, EUA, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar