14:37 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    389
    Nos siga no

    A Rússia continuará sendo um parceiro estratégico do Quirguistão, mas no que diz respeito à esfera militar, a república [do Quirguistão] deve se apoiar nas suas próprias forças, declarou o presidente do Quirguistão, Almazbek Atambaev, durante coletiva de imprensa de fim do ano.

    "Eu acredito que fizemos a coisa certa com relação à base de Manas (base aérea norte-americana no aeroporto internacional da capital do Quirguistão que foi removida do país por decisão de Atambaev). Não importa se gostaram ou não. Cinco anos se passaram e o tempo mostrou que esta decisão foi correta. No futuro, o Quirguistão deve confiar somente nas suas próprias forças. Isso pode ser direcionado à base russa também", disse Atambaev, respondendo aos jornalistas.

    O presidente frisou que, após o fim do acordo, a base "deverá sair" do território do Quirguistão.

    "Claro que alguém pode não gostar disso, mesmo assim eu consegui transmitir essa mensagem para o presidente da Rússia, Vladimir Putin, que entendeu", disse Atambaev.

    No território do Quirguistão está localizada a base militar russa. Os acordos bilaterais preveem o funcionamento de quatro pontos estratégicos: a base aérea das Forças Coletivas de Resposta Rápida da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC) em Kant, a base naval de testes na cidade de Karakol, o centro de comunicações na aldeia de Chaldovar e ponto sísmico autônomo na cidade de Mailuu-Suu.

    Em 2009, o acordo foi prorrogado para 49 anos, sendo possível a prorrogação automática de 25 anos após seu cumprimento.

    Mais:

    Homem-bomba mata 4 americanos dentro de base aérea superprotegida dos EUA no Afeganistão
    Turquia bloqueia projetos de construção alemães na base aérea de Incirlik
    Pressão de Erdogan sobre Obama: uma base aérea pela extradição do clérigo Gulen
    Mídia: militares turcos de base militar da OTAN pedem asilo à Alemanha
    Turquia constrói base militar na Síria
    Tags:
    prorrogação, base aérea, acordo, Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC), Almazbek Atambaev, Vladimir Putin, Quirguistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar