23:34 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    A presidente sul-coreana Park Geun-hye

    Cada vez mais legisladores sul-coreanos apelam à resignação da presidente

    © REUTERS/ Kim Hong-Ji
    Ásia e Oceania
    URL curta
    249720

    Seis legisladores do Partido Democrático, a maior força política de oposição, se juntaram a seus colegas do Partido da Justiça progressista reclamando a resignação imediata da presidente sul-coreana Park Geun-hye devido ao escândalo com a chamada ‘conselheira na sombra’ Choi Soon-sil, diz a mídia local.

    Em 24 de outubro, a rede de televisão sul-coreana JTBC comunicou que Choi (assessora da presidente) teria recebido alegadamente rascunhos de discursos da presidente antes de eles serem feitos em público, embora ela nunca tivesse ocupado qualquer cargo público.

    No dia seguinte, Park reconheceu oficialmente ter pedido a Choi para lhe dar conselhos sobre discursos e assuntos ligados às relações públicas, e acabou se desculpando por "causar preocupação na sociedade".

    "Agora a capacidade de Park Geun-hye de lidar com os assuntos públicos está arruinada… A possibilidade de Park Geun-hye continuar no poder vai causar uma confusão enorme, deixando o país em um impasse. Quem virará vítima será o próprio povo. Será um desastre se Park Geun-hye não se demitir e continuar se agarrando ao que resta de seu mandato", frisaram os legisladores em um comunicado, citado pela agência de notícias Yonhap.

    Na segunda-feira (31), os promotores públicos sul-coreanos colocaram a conselheira presidencial sob detenção de emergência e já na quarta-feira solicitaram uma ordem de detenção.

    O próprio escândalo e, como resultado, a queda drástica da popularidade da atual presidente já levaram a uma remodelação do governo. Na quarta-feira (2), Kim Byong-joon, conselheiro do ex-presidente sul-coreano Roh Moo-hyun, foi nomeado como novo premiê. Park Geun-hye decidiu também nomear o chefe da Comissão de Serviços Financeiros, Yim Jong-yong, como novo ministro das Finanças sul-coreano.

    Mais:

    Coreia do Sul treina resposta a provocações da Coreia do Norte
    Washington: EUA vão além da instalação do THAAD na Coreia do Sul
    Coreia do Sul prepara forças especiais para possível guerra com Pyongyang
    Tags:
    detenção, ranking, denúncia, escândalo, remodelação do governo, Yonhap, JTBC, Park Geun-hye, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik