02:46 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    131
    Nos siga no

    As recentes manobras dos Estados Unidos e Coreia do Sul na península coreana podem impulsionar a Coreia do Norte a realizar testes, provavelmente, com bomba nuclear, de acordo com o representante permanente da Rússia nas organizações internacionais em Viena, Vladimir Voronkov.

    "Reforço das capacidades militares <…> e atividade militar na região (recentemente foram realizados exercícios EUA-Coreia do Sul de grande escala na região) podem impulsionar as autoridades norte-coreanas a dar um passo irresponsável", disse Voronkov à agência RIA Novosti.

    Ao mesmo tempo, segundo o secretário-geral da Organização de Proibição Total de Testes Nucleares (CTBTO, sigla em inglês) Lassina Zerbo, a realização de mais testes pela Coreia do Norte fará com que eles desenvolvam ainda mais capacidades tecnológicas no desenvolvimento de armas nucleares.

    "Será tarde demais <…> a desnuclearização torna-se cada vez mais difícil, pois nós permitimos que eles realizem mais e mais testes", disse Lassina Zerbo.

    Anteriormente, especialistas sul-coreanos informaram que às 09:30 no horário local, um terremoto de magnitude 5,0 foi registrado na Coreia do Norte. As autoridades norte-coreanas confirmaram o sucesso do teste nuclear. De acordo com os militares sul-coreanos, o poder do dispositivo explosivo poderia ser de 10 toneladas de TNT, que corresponde quase ao dobro da potência da explosão de teste realizado em janeiro, que foi de 6 toneladas de TNT. 

    Especialistas apontam que o último teste nuclear realizado pela Coreia do Norte, pode ter sido o maior da história do país.

    Mais:

    Coreia do Norte realiza maior teste nuclear da sua história
    Comunidade internacional não consegue pôr freio na Coreia do Norte
    Obama condena testes nucleares da Coreia do Norte e promete mais sanções
    Tags:
    EUA, Coreia do Norte, Coreia do Sul, manobras, teste nuclear
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar