10:44 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 12
    Nos siga no

    O presidente peruano falou sobre a incerteza que existe no país. Nove dias após o pleito eleitoral, o Júri Eleitoral Nacional ainda não proclamou os resultados oficiais das eleições presidenciais.

    O presidente do Peru, Francisco Sagasti, rejeitou o uso da palavra "fraude" para caracterizar o segundo turno das eleições presidenciais do país, entre os candidatos Pedro Castillo, do Peru Livre, e Keiko Fujimori, da Força Popular.

    "O que você tem que fazer é ter confiança [nas autoridades eleitorais], acho que não devemos nos apressar, muito menos usar palavras totalmente inapropriadas como fraude, e vamos esperar os resultados com tranquilidade, com calma", disse Sagasti, citado pelo portal RPP.

    Com 99,992% das urnas apuradas, Castillo tem 50,125% dos votos válidos contra 49,875% de Fujimori, afirma o Escritório Nacional de Processos Eleitorais (ONPE, na sigla em espanhol). A diferença atual é de 44.185 votos.

    O candidato de esquerda à presidência do Peru, Pedro Castillo, saúda seus apoiadores da varanda da sede de seu partido em Lima. Peru, 10 de junho de 2021
    © AFP 2021 / Gian Masko
    O candidato de esquerda à presidência do Peru, Pedro Castillo, saúda seus apoiadores da varanda da sede de seu partido em Lima. Peru, 10 de junho de 2021
    Fujimori denunciou que existe uma "fraude" em desenvolvimento, embora sem apresentar evidências que sustentem sua afirmação.

    Por outro lado, o presidente Sagasti indicou que se reuniu com observadores eleitorais da Organização dos Estados Americanos (OEA), que, como as demais organizações que supervisionaram o processo eleitoral, destacou a transparência das eleições.

    "Foram eles [OEA] que nos reafirmaram que tanto no primeiro como no segundo turno o processo eleitoral tem transcorrido sem manchas e sem problemas. Além disso, eles também nos indicaram que as lições e as recomendações que nos deram depois do primeiro turno foram aplicadas em termos de horas de votação, protocolos de saúde, etc.", explica Sagasti.

    O Júri Nacional Eleitoral (JNE) antes de proclamar o vencedor está revisando as impugnações apresentadas por cada lado, principalmente pela candidata Fujimori.

    "Continuam pedindo para derrubar a eleição [...]. Nós estamos aguardando pacientes um resultado", afirmou Pedro Castillo nesta terça-feira (15) a correspondentes internacionais na sede de seu partido em Lima.

    Mais:

    Lasso proclama vitória nas eleições presidenciais no Equador e Arauz admite derrota (VÍDEO)
    Líder de Cabo Verde declara vitória em eleições marcadas pela pandemia
    Argentina adia eleições por 5 semanas por causa da pandemia
    Deputado russo: fala da UE sobre eleições 'não democráticas' na Síria ameaça processo de paz no país
    Tags:
    eleição, eleições, eleições, presidente, presidenciável, presidenciáveis, novo presidente, Peru, Keiko Fujimori
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar