18:59 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    232
    Nos siga no

    O jovem que matou oito trabalhadores em uma instalação da FedEx, em Indiana, nos EUA, comprou legalmente os dois rifles semiautomáticos que usou durante o massacre.

    As armas, escreve a Reuters, foram compradas meses após o jovem ter ficado internado em um centro de detenção psiquiátrica. As autoridades norte-americanas revelaram neste domingo (18) que as duas compras legais aconteceram em julho e setembro.

    As compras foram feitas meses depois que Brandon Hole foi detido em prisão psiquiátrica, em março, sendo que, na ocasião, uma espingarda foi apreendida em sua casa.

    Brandon Hole foi interrogado pelo FBI em abril, mas os agentes não encontraram nenhuma violação criminal e determinaram que ele não tinha "ideologia de extremismo violento com motivação racial".

    O ataque na quinta-feira (15) na capital do estado de Indiana, a terceira cidade mais populosa do meio-oeste dos EUA, aconteceu em meio a uma onda de tiroteios em massa nos Estados Unidos no mês passado. A polícia ainda está investigando o que motivou Hole a abrir fogo.

    Sede do FBI em Washington, DC
    © Sputnik / Aleksei Agaryshev
    Sede do FBI em Washington, DC

    Mais:

    Tiroteio em Maryland, EUA, deixa 2 pessoas feridas
    Tiroteio no Texas, nos EUA, deixa 1 morto e 6 feridos (VÍDEO)
    Tiroteio do lado de fora de hospital em Paris deixa 1 morto e 1 ferido
    Tags:
    tiroteio, morte, pistola, fuzil, rifle, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar