13:53 11 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    4429
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Joe Biden, solicitou ao Congresso norte-americano um orçamento ao Pentágono que inclui os planos de contenção do que Washington classifica como uma ameaça representada por Rússia e China.

    De acordo com o projeto de orçamento presidencial publicado no site da Casa Branca nesta sexta-feira (9), o combate à ameaça da China é visto como a prioridade do Pentágono, enquanto a contenção da Rússia também é citada por conta do "comportamento desestabilizador" de Moscou.

    "O pedido presidencial para 2022 inclui uma alocação de US$ 715 bilhões [cerca de R$ 3,9 trilhões] para o Departamento de Defesa dos EUA. Isso inclui conter a China. O pedido enfatiza o combate à ameaça da China como a principal missão do Pentágono. O Departamento de Defesa também tentará conter comportamento desestabilizador da Rússia", diz o documento.

    O presidente Joe Biden também propôs ao Congresso o aumento nos gastos com programas de saúde para quase US$ 132 bilhões (cerca de R$ 746 bilhões), o que representa um aumento de 23,5% em relação a 2021.

    Vista do prédio do Pentágono, em Washington D.C, capital dos EUA
    © AP Photo / Charles Dharapak
    Vista do prédio do Pentágono, em Washington D.C, capital dos EUA

    A atual administração dos Estados Unidos também pretende continuar a modernização do seu sistema nuclear. De acordo com a Casa Branca, o pedido orçamentário para a Defesa mantém uma capacidade de dissuasão nuclear forte e confiável para garantir a segurança do país e dos aliados dos EUA.

    "Apesar da administração estar revisando a doutrina nuclear [...] o pedido apoia os programas de modernização nuclear em andamento, garantindo que esses esforços sejam sustentáveis​​", destaca o documento.

    Mais:

    Bloomberg insinua expulsão de diplomatas russos pelos EUA; Rússia não descarta reciprocidade
    Rússia diz que atividades militares dos EUA no Ártico contribuem para escalada de tensões na região
    Ganhar competição global com a China: Biden propõe plano de infraestrutura de US$ 2 trilhões
    Após ordem de Biden, EUA iniciam retirada parcial de suas tropas no golfo Pérsico, diz WSJ
    Biden afirma 'apoio inabalável' à Ucrânia em 1ª conversa oficial com presidente Zelensky
    Tags:
    orçamento, Pentágono, China, Joe Biden, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar