03:46 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    370
    Nos siga no

    Neste domingo (4), um tiroteio no estado norte-americano da Virgínia deixou pelo menos uma pessoa morta e outras duas feridas.

    Conforme publicou a emissora local WTKR, a polícia da cidade de Virginia Beach respondeu a uma ocorrência de um tiroteio na noite do sábado (3), encontrando as três vítimas na chegada, sendo que uma foi declarada morta ainda no local. O atirador fugiu.

    Esse é mais um caso de tiroteio com vítimas fatais no estado norte-americano, sendo que uma série de tiroteios semelhantes ocorreram na região no final de março, deixando duas pessoas mortas e oito feridas no total. Na semana passada, um homem foi morto pela polícia local, que relatou que ele estava armado, apesar de a câmera corporal do policial não estar ligada no momento.

    Polícia investiga tiroteio fora do supermercado King Soopers, onde várias pessoas foram baleadas, Boulder, Colorado, EUA, 22 de março de 2021
    © AP Photo / Joe Mahoney
    Polícia investiga tiroteio fora do supermercado King Soopers, onde várias pessoas foram baleadas, Boulder, Colorado, EUA, 22 de março de 2021

    A violência armada voltou aos holofotes nos Estados Unidos depois que tiroteios em massa no final de março nos estados da Geórgia e Colorado deixaram um total de 18 pessoas mortas, além de terem aumentado os incidentes relacionados a gangues, potencialmente fatais devido à proliferação de armas de fogo no país.

    Recentemente, os democratas apresentaram dois projetos de lei à Câmara dos Representantes para ampliar a verificação de antecedentes antes da concessão de venda de armas para cidadãos, no esforço de limitar a venda de armas no país.

    Mais:

    Tiroteio deixa 2 mortos e vários feridos em Chicago, nos Estados Unidos
    Barack Obama: tiroteio em Atlanta mostra 'necessidade de leis para armas de fogo'
    Cenas da investigação de tiroteio nos EUA causador de 10 vítimas mortais
    Tags:
    Virgínia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar