08:19 20 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 130
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse às Forças Armadas venezuelanas (FANB) nesta terça-feira (9) que os ataques contra seu país vêm da Colômbia e pediu aos militares que permaneçam alerta.

    Maduro fez o pronunciamento durante sua participação, através de videoconferência, na conclusão dos exercícios militares em homenagem ao ex-presidente Hugo Chávez, publicado nas redes sociais.

    "Cada chefe da zona de defesa integral deve saber que a principal ameaça contra a estabilidade, paz, tranquilidade e felicidade do povo da Venezuela vem da Colômbia, da oligarquia colombiana, do Estado para-narco-militar da Colômbia, repressivo, o Estado que comete massacres, que desapareceu com milhares e milhares", disse o presidente.

    ​A Venezuela, sublinhou Maduro, necessita de um corpo militar forte para fazer face a qualquer agressão externa, e classificou a operação como positiva.

    "Precisamos de uma potência militar, que valha a redundância, muito poderosa, ninguém respeita os fracos e covardes; as Forças Armadas venezuelanas ganharam um papel na história do país, estamos cada vez melhores para ter a defesa imediata do território venezuelano onde quer que seja", disse ele.

    Os exercícios militares foram realizados em todo o país entre os dias 5 e 9 de março, e Maduro garantiu que atividades semelhantes serão realizadas no futuro, sem aviso prévio.

    Mais:

    Venezuela refuta acusações de violação de espaço aéreo da Guiana
    EUA e UE seguem política de sanções com 'mentiras ideologizadas', diz chanceler da Venezuela
    EUA aumentarão pressão contra Venezuela 'multilateralmente', diz fonte do governo
    Tags:
    defesa, exercício militar, exercício, fronteira, ameaças, Colômbia, Venezuela, Nicolás Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar