21:01 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    29657
    Nos siga no

    Em 3 de novembro, os americanos foram às urnas definir quem deverá governar os Estados Unidos pelos próximos quatro anos: o atual presidente, Donald Trump, do Partido Republicano, ou o democrata Joe Biden.

    O sistema eleitoral dos EUA é assim: cada estado tem um número de delegados proporcional à população, sendo 538 delegados ao todo. A regra do "Vencedor leva tudo" quer dizer que o candidato que obtiver mais da metade dos votos do estado, ao menos um a mais, recebe todos os votos eleitorais deste estado — com exceção do Maine e do Nebraska.

    Devido à pandemia da COVID-19, as eleições de 2020 se destacam por um número muito grande de votos antecipados, que se aproxima de 100 milhões. Além disso, muitos votos foram enviados pelo correio, o que atrasa a apuração.

    Ordenar as mensagens
    • 19:33

      Em primeiro discurso após vitória projetada de Biden, Trump evita falar sobre eleições

      O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fala em comício na Casa Branca.

      Trump afirma que apenas o tempo dirá quem tomará posse em janeiro

      Em seu primeiro discurso após a vitória projetada de Joe Biden para a presidência dos EUA, Trump evitou falar sobre as eleições, mas assinalou que só o tempo dirá quem tomará posse em janeiro.
      Mostrar mais
    • 18:10
      A veterana transexual Shawn Skelly participa do evento OUT Magazine

      Em gesto histórico, Biden nomeia veterana transexual para equipe de transição

      Shawn Skelly vai integrar a equipe de transição de Joe Biden e fará parte da equipe responsável por avaliar o Departamento de Defesa dos EUA.
      Mostrar mais
    • 16:41

      Vitória de Joe Biden na Geórgia é confirmada

      Joe Biden teve a vitória confirmada na Geórgia. O democrata recebeu 49,5% dos votos, contra 49,2% de Donald Trump.

      Fiscal eleitoral conta votos durante as eleições americanas de 2020 em Atlanta, EUA

      Últimas projeções dão 306 votos para Biden no colégio eleitoral e 232 para Trump

      De acordo com as projeções divulgadas pelo instituto de pesquisa norte-americano Edison Research nesta sexta-feira (13), Biden derrotará Trump no colégio eleitoral com 306 votos, contra 232 do republicano.
      Mostrar mais
    • 05:09

      China parabeniza Joe Biden pela vitória na eleição nos EUA

      Em uma coletiva de imprensa, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, disse:

      "Respeitamos a escolha do povo americano. Expressamos nossas congratulações ao sr. [Joe] Biden e à sra. [Kamala] Harris."

    • 01:46

      Biden vence no Arizona, afirmam novas projeções

      De acordo com a projeção da Edison Research, Joe Biden aumentou sua vitória sobre o presidente Donald Trump no Arizona em 11 votos do colégio eleitoral.

      Os principais meios de comunicação dos EUA divulgaram projeções semelhantes, observando que o Arizona, um antigo reduto republicano, seria vencida por um candidato democrata pela segunda vez desde 1948.

    • 19:55
      O presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto.

      Em indireta a Biden, Bolsonaro diz que só 'diplomacia não dá' e que país 'tem que ter pólvora'

      O presidente Jair Bolsonaro fez uma menção indireta ao possível presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, sem citá-lo nominalmente, e disse nesta terça-feira (10) que diplomacia não é suficiente para "fazer frente a tudo isso".
      Mostrar mais
    • 18:45

      'Haverá uma transição tranquila para um segundo mandato de Trump', disse Pompeo.

      O presidente Donald Trump ainda não admitiu a derrota nas eleições presidenciais dos EUA, alegando que houve fraude na votação, apesar de não apresentar quaisquer evidências.

      De acordo com as projeções da imprensa norte-americana, tradicionalmente usadas para definir o resultado das eleições antes das autoridades eleitorais oficiais, Biden conquistou o voto de pelo menos 290 delegados no colégio eleitoral. Para vencer a disputa, era necessário conquistar 270 votos.

      Secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, fala com a imprensa em Washington

      Pompeo diz que haverá 'uma transição tranquila para um 2º mandato de Trump'

      O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, declarou nesta terça-feira (10), em uma entrevista coletiva, que haverá uma "transição tranquila para um segundo mandato" do presidente Donald Trump.
      Mostrar mais
    • 10:51

      Nós vamos ganhar, diz Trump

      No Twitter, o atual presidente norte-americano de novo expessou confiança na sua reeleição.

      Estamos fazendo grande progresso. Resultados começarão a aparecer na semana que vem. Faça a América grande novamente!

      Nós vamos ganhar!

    • 02:09
      O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, durante discurso.

      Biden trará previsibilidade e pode estimular exportações brasileiras, projeta empresário

      A provável eleição do democrata Joe Biden, que não é alinhado político do presidente brasileiro Jair Bolsonaro, como novo presidente dos EUA trouxe dúvidas se a relação comercial entre os dois países vai mudar.
      Mostrar mais
    • 01:47

      Procurador-geral autoriza investigações sobre possíveis irregularidades

      O procurador-geral dos EUA, William Barr, autorizou procuradores federais de todo o país a abrirem investigações sobre irregularidades nas eleições.

      "Uma vez que a votação nas atuais eleições foi concluída, eu os autorizo a investigar denúncias substanciais de irregularidades na votação e no processo de recontagem, antes da certificação das eleições em suas jurisdições em certos casos", determinou Barr.

    • 23:28
      Presidente Jair Bolsonaro fala com o vice-presidente Hamilton Mourão na tomada de posse de Eduardo Pazuello como novo ministro da Saúde

      Mourão: Bolsonaro vai esperar terminar recursos de Trump para cumprimentar Joe Biden 'na hora certa'

      O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta segunda-feira (9) que o presidente Jair Bolsonaro vai cumprimentar o possível presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, "na hora certa".
      Mostrar mais
    • 06:23

      Porta-voz do Kremlin explica por que presidente da Rússia não parabeniza Biden pela vitória

      Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, explicou por que presidente da Rússia, Vladimir Putin, parabenizou Donald Trump logo após sua vitória em 2016 e não parabeniza Joe Biden agora.

      "A diferença é óbvia. Vocês estão vendo que lá [nos EUA] ainda serão realizadas operações jurídicas definidas, que haviam sido anunciadas pelo presidente atual [Donald Trump], por isso a situação é diferente. Por isso, nós consideramos justo esperar o anúncio oficial [...]. Naquela época, não havia anúncios de disputa jurídica", disse Peskov.

      O porta-voz do Kremlin ainda declarou que a Rússia está pronta para colaborar com qualquer presidente dos EUA, e espera que sejam alcançados diálogo com o próximo líder dos EUA e acordo para normalização das relações bilaterais, "ainda que uma parte significativa destas relações bilaterais – estou falando sobre estabilidade e segurança – tem a ver não só com nossos dois povos, mas também com, praticamente, povos de todo o mundo".

      "O presidente [Vladimir] Putin muitas vezes disse que respeito será demonstrado a qualquer escolha do povo norte-americano e que vai estar pronto para colaborar com qualquer presidente eleito dos EUA", ressaltou Peskov a jornalistas nesta segunda-feira (9).

    • 00:47

      Simonetta Sommaruga, presidente da Suíça, parabeniza Joe Biden pela vitória

      Parabéns a Joe Biden e Kamala Harris! Este é um sinal forte. A Suíça está convencida de que nossas excelentes relações com os Estados Unidos continuarão a se desenvolver e prosperar sob a nova administração. #Elections2020

    • 23:19

      Austrália diz que retorno dos EUA ao Acordo de Paris seria bem-vindo

      "A Austrália daria as boas-vindas ao presidente eleito Joe Biden, restaurando os Estados Unidos ao acordo climático de Paris", disse o primeiro-ministro Scott Morrison.

      Os Estados Unidos retiraram-se formalmente do acordo climático de Paris em outubro, mas Biden prometeu voltar ao pacto de Paris e também se comprometer com emissões líquidas zero até 2050.

      "Estaríamos dando as boas-vindas aos Estados Unidos de volta ao Acordo de Paris, em algum lugar onde sempre estivemos", afirmou Morrison aos repórteres, dizendo também que um retorno dos EUA a outras organizações globais, como a Organização Mundial da Saúde (OMS), seria bem-vindo.

    • 23:06

      Condoleezza Rice parabeniza Joe Biden e Kamala Harris

      Parabéns presidente eleito Joe Biden e vice-presidente eleita Kamala Harris, e ao povo americano que votou em números recordes, mostrando a força e a vibração de nossa democracia.

    • 21:58

      Nicolás Maduro diz que democratas precisam honrar compromisso feito com o voto latino

      Nicolás Maduro, presidente da Venezuela

      Maduro: 'Trump deixa campo minado entre a Venezuela e os EUA'

      Pronunciamento foi feito neste domingo (8) para Rede Telesur. Presidente também falou de sua expectativa para América Latina com a chegada de Joe Biden.
      Mostrar mais
    • 21:33

      Biden segue aumentando liderança no condado de Maricopa, no Arizona

      Maior condado do Arizona, Maricopa divulgou um novo lote de votos na noite de domingo (8) que confirmam o aumento da vantagem de Joe Biden na região.

      Resultados não oficiais divulgados pelas autoridades eleitorais do condado mostram que Biden agora tem uma vantagem de 46.775 votos no condado - um aumento de 754 em relação ao total de sábado (7).

      Isso significa que Biden tem uma vantagem de 20.102 votos em todo o estado sobre o Donald Trump.

      O condado de Maricopa ainda tem 18.455 cédulas verificadas e assinadas para contar, 10.900 cédulas provisórias para verificar e 3.700 cédulas iniciais para verificar.

      A próxima atualização total da votação ocorrerá na amanhã (9).

    • 19:08

      'Desde quando a grande mídia ridícula nomeia quem será nosso próximo presidente', pergunta Trump

      Desde quando a grande mídia ridícula nomeia quem será nosso próximo presidente? Nós todos aprendemos bastante nas últimas duas semanas!

    • 17:37

      Rei e príncipe sauditas parabenizam Biden por vitória: 'Relações próximas entre países amigos'

      Mais de 24 horas após o anúncio da vitória de Joe Biden nas eleições estadunidenses, os monarcas sauditas parabenizaram o democrata pela vitória. 

      Segundo a agência estatal PSA, o rei Salman e o príncipe Mohammed bin Salman saudaram as "relações distintas, históricas e próximas entra os dois países amigos e o seu povo, que todos procuram fortalecer e desenvolver a todos os níveis".

      Em seu mandato, o presidente Donald Trump construiu bom relacionamento com o príncipe herdeiro. Biden, por sua vez, disse durante a campanha que a relação entre os EUA e a Arábia Saudita deveria ser reavaliada, pedindo mais responsabilidade de Riad em relação ao assassinato do jornalista Jamal Khashoggi e o fim da presença norte-americana no conflito no Iêmen. 

    • 16:25

      Um dia após derrota, Trump vai jogar golfe novamente

      O presidente dos EUA, Donald Trump, voltou neste domingo (8) ao seu campo de golfe em Sterling, nas redondezas da capital Washington, segundo a mídia norte-americana. 

      No sábado (7), dia em que seu rival democrata no pleito, Joe Biden, alcançou os 270 votos necessários no colégio eleitoral, ele também teria ido praticar golfe em seu campo em Virginia. 

      Biden, por sua vez, compareceu a uma missa em igreja católica perto de sua casa, em Wilmington, no estado de Delaware. 

      O republicano ainda não admitiu derrota nas eleições presidenciais. Neste domingo (8), ele voltou a falar que o processo foi "roubado". 

    • 15:00

      Netanyahu parabeniza Biden pela vitória e agradece Trump pela amizade

      Neste domingo (8), o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu parabenizou o democrata Joe Biden e sua companheira de chapa, Kamala Harris, pela vitória nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

      Parabéns, Joe Biden e Kamala Harris. Joe, temos um relacionamento pessoal longo e caloroso há quase 40 anos e conheço você como um grande amigo de Israel. Estou ansioso para trabalhar com vocês dois para fortalecer ainda mais a especial aliança entre os EUA e Israel.

      O líder israelense também usou as redes sociais para agradecer Donald Trump pela amizade.

      Obrigado, Donald Trump pela amizade que você demonstrou para com o Estado de Israel e comigo pessoalmente, por reconhecer Jerusalém e as colinas de Golã, por confrontar o Irã, pelos históricos acordos de paz e por elevar a relação entre EUA e Israel a patamares sem precedentes.

      Os resultados oficiais da eleição presidencial dos EUA em 2020 ainda não foram consolidados, mas todos os principais meios de comunicação dos EUA já declararam Biden o vencedor.

    • 09:15

      Seul afirma que vai continuar seus esforços para fortalecer aliança com EUA sob a presidência de Biden

      A Coreia do Sul vai continuar se esforçando para fortalecer sua aliança com os EUA sob a presidência de Joe Biden e trabalhará para avançar no processo de paz na Península Coreana, comunicou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Sul neste domingo (8).

      "Com base na rede que construímos até hoje e através da estreita comunicação e cooperação, continuaremos nossos esforços para fortalecer a aliança com os EUA e progredir no processo de paz na Península Coreana", afirmou o Ministério, conforme a agência de notícias Yonhap.

    • 01:31

      Ministro das Relações Exteriores de Israel parabeniza Biden e Harris

      É uma honra parabenizar o presidente eleito Joe Biden e a vice-presidente eleita Kamala Harris pela vitória nas eleições dos Estados Unidos em 2020.

      Em um tweet subsequente, Gabi Ashkenazi assinalou que "a amizade do presidente eleito e o notável histórico de apoio a Israel data de quase meio século", e acrescentou que, sob a liderança de Biden, "a aliança estratégica indispensável entre os dois países continuará a florescer e prosperar".

    • 00:45

      Condado de Fulton, na Geórgia, digitaliza novamente mais de 5 mil cédulas

      A emissora norte-americana CNN informou que o condado de Fulton, na Geórgia, digitalizou novamente 5.012 cédulas de votação na manhã deste sábado (7), de acordo com informações obtidas no site de eleições do condado de Fulton.

      Os votos são uma combinação de cédulas provisórias corrigidas e cédulas militares nacionais e internacionais que chegaram no prazo final de sexta-feira (6).

      "O condado de Fulton descobriu um problema envolvendo seu trabalho na sexta-feira (6). As autoridades estão na State Farm Arena para refazer seu trabalho de sexta-feira (6). O Secretário de Estado tem um monitor no local, enviou investigadores adicionais e também despachou o Secretário de Estado Adjunto para supervisionar o processo para garantir completamente a votação e proteger todos os votos legais. Observadores de ambos os partidos políticos também estão presentes", disse o secretário de Estado da Geórgia em comunicado.

    • 22:58

      Biden acena para eleitores de Trump: "É hora de curar a América"

      Joe Biden, o candidato apontado como presidente eleito pela mídia norte-americana, enviou neste sábado (7) uma mensagem aos que votaram em Donald Trump, e estendeu sua mão ao pedir unidade e reconciliação.

      "Agora, para todos aqueles de vocês que votaram no presidente Trump, entendo sua decepção esta noite. Já perdi algumas vezes, mas agora vamos dar uma chance um ao outro", disse Biden. Para o ex-vice-presidente de Barack Obama, agora é a hora de os dois lados "ouvirem um ao outro novamente".

      "É hora de colocar de lado a retórica dura, baixar a temperatura, nos vermos novamente, ouvirmos uns aos outros novamente e, para progredir, temos que parar de tratar nossos oponentes como nossos inimigos. Eles não são nossos inimigos. Eles são americanos ", disse.

      "A Bíblia nos diz que para tudo existe um tempo, um tempo para construir, um tempo para colher, um tempo para semear e um tempo para curar. É hora de curar a América [...] A era da demonização acaba agora!", frisou.

    • 22:44

      'Prometo não dividir, mas unificar', diz Biden em seu 1º discurso após ser apontado como presidente eleito dos EUA

      Em seu primeiro discurso após ser apontado pela mídia norte-americana como vencedor das eleições dos Estados Unidos, Biden disse que o povo deu uma clara vitória para sua campanha.

      "Garanto que serei um presidente que não quer dividir, mas unificar. Que não vê estados vermelhos ou azuis, mas que vê os Estados Unidos", afirmou Biden no palco montado em Wilmington.

      "O povo desta nação disse que nos proporcionou uma vitória clara, uma vitória convincente, uma vitória para nós, o povo", disse. "Ganhamos com o maior número de votos já obtidos em uma chapa presidencial na história do país, 74 milhões", acrescentou.

      Biden revelou que ficou surpreso com a celebração nas ruas de todo o país, o que chamou de uma "efusão de alegria, esperança, fé renovada no amanhã para trazer outro dia".

      "Sinto-me humilde pela confiança e segurança que vocês depositaram em mim", acrescentou o presidente apontado como eleito pela mídia americana.

      Candidato a presidente dos EUA, Joe Biden, levanta seu punho direito em sinal de esperança em vencer a eleição presidencial americana de 2020

      Biden diz que povo norte-americano lhe deu uma clara vitória nas eleições (FOTOS)

      Em seu primeiro discurso após ser apontado pela mídia norte-americana como vencedor das eleições nos Estados Unidos, Biden disse que o povo deu uma clara vitória para sua campanha.
      Mostrar mais
    • 22:39

      Kamala Harris chama Joe Biden ao palco

    • 22:28

      Kamala Harris faz primeiro discurso após ser apontada vice-presidente eleita pela mídia norte-americana

      "Quando nossa democracia esteve no voto, com a alma americana correndo risco e o mundo observando, vocês garantiram um novo dia para a América [...] Vocês escolherem Joe Biden como novo presidente dos Estados Unidos da América", disse Kamala.

      "Ao povo americano que compõe nosso belo país, obrigada por comparecer em número recorde para fazer sua voz ser ouvida [...] Sei que os tempos têm sido desafiadores. Principalmente nos últimos meses. A tristeza e a dor, as preocupações e as lutas. No entanto, também testemunhamos sua coragem, sua resiliência e a generosidade de seu espírito. Por quatro anos, você marcharam e se organizaram por igualdade e justiça, por nossas vidas e pelo nosso planeta e depois votaram. E transmitiram uma mensagem clara", declarou.

      "Vocês escolheram esperança, unidade e a verdade quando votaram por Biden", acrescentou.

      "Apesar de eu ser a primeira mulher neste cargo [vice-presidente], Não serei a última", disse a vice-presidente apontada como eleita pela mídia dos EUA.

    • 21:44

      Eleitores de Joe Biden se reúnem em Wilmington para assistir ao seu discurso

      Em Wilmington, simpatizantes do democrata Joe Biden aguardam em seus carros, como medida de distanciamento social por causa da pandemia de COVID-19, para assistir ao seu primeiro discurso, depois que a mídia americana apontou sua vitória nas eleições presidenciais dos EUA. O pronunciamento está previsto para às 22h15 de Brasília.

      Apoiadores de Joe Biden se preparam para discurso em Wilmington
      © AP Photo / Paul Sancya
    • 21:32

      Trump estaria disposto a reconhecer derrota assim que via judicial for esgotada

      O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, estaria pronto para aceitar a vitória eleitoral do candidato democrata Joe Biden - que é apontado pela mídia dos EUA como presidente eleito do país - depois que todas as ações legais para sua campanha forem esgotadas, informou a emissora Fox News neste sábado (7), citando fontes anônimas.

      De acordo com as fontes não identificadas citadas pela Fox News, Trump poderia "reconhecer a derrota" se, depois que todos os processos legais forem esgotados, ele não tiver mais um caminho para a reeleição.

    • 21:18

      Pompeo responde a comentários de líder supremo do Irã

      Após os comentários do líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, com críticas ao processo eleitoral dos Estados Unidos, o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, respondeu dizendo que "os EUA são e continuarão sendo a maior nação de toda a história da humanidade".

      "Saudamos o dia em que o povo iraniano realizará o seu desejo - e você sabe qual é. Isso é tudo", acrescentou.

      Você roubou pessoalmente centenas de milhões de dólares de seu povo. Suas eleições são uma piada, com centenas de candidatos desqualificados antes mesmo da disputa. Hoje, seu povo passa fome porque você gasta bilhões em guerras por procuração para proteger sua cleptocracia.

    • 21:12

      Secretário-geral da OTAN envia mensagem a Joe Biden e Kamala Harris

      Parabenizo Joe Biden por sua eleição como o próximo presidente dos EUA e Kamala Harris como vice-presidente. Conheço Joe Biden como um grande apoiador de nossa Aliança e estou ansioso para trabalhar de perto com ele. Uma OTAN forte é bom para a América do Norte e a Europa.

    • 21:01

      Presidente mexicano diz que esperará até o fim do processo legal para comentar resultados das eleições nos EUA

      O presidente mexicano, Andrés Manuel Lopez Obrador, disse neste sábado (7) que não pode parabenizar um vencedor das eleições presidenciais dos Estados Unidos antes que o processo judicial seja concluído, e acrescentou que não quer desrespeitar o processo eleitoral norte-americano.

      "Sobre as eleições nos Estados Unidos, vamos esperar que terminem de resolver todos os assuntos legais [...] É uma questão de prudência política", disse López Obrador em coletiva de imprensa, segundo publicou a Reuters.

    • 20:31

      Campanha de Trump abre novo processo no Arizona

      De acordo com comunicado da campanha divulgado no Twitter pelo jornalista Eric Lipton, do New York Times, a equipe de Trump alega que o condado de Maricopa rejeitou incorretamente votos depositados nas urnas pessoalmente no dia da eleição.

      "Os mesários lutaram para operar as novas máquinas de votação no condado de Maricopa e pressionaram indevidamente os eleitores a apertarem um botão verde para anular erros significativos", disse Matt Morgan, conselheiro-geral da campanha de Trump.

      "O resultado é que as máquinas de votação desconsideraram os votos depositados pelos eleitores pessoalmente no dia da eleição no condado de Maricopa", acrescentou. 

      O processo pede que as cédulas que supostamente foram depositadas em excesso pessoalmente passem por uma inspeção manual, assim como aconteceu com as cédulas depositadas em excesso que foram enviadas por correio.

    • 20:24

      Ex-presidente Michel Temer deixa mensagens em português e inglês para Biden

      Depois de quase um mês de inatividade no Twitter, Temer parabenizou o presidente eleito dos EUA e recordou momentos em que esteve com Biden, em particular o primeiro encontro que tiveram na ONU.

    • 20:14

      Maduro parabeniza Joe Biden e Kamala Harris

      Parabenizo o povo americano pelas eleições presidenciais. Também felicito o presidente eleito Joe Biden e a vice-presidente Kamala Harris.

    • 20:03

      Trump faz primeira postagem após anúncio de que Joe Biden teria vencido as eleições

      Os observadores não foram permitidos nas salas de contagem. Eu ganhei a eleição, recebi 71 milhões de votos legais. Aconteceram coisas ruins que nossos observadores não puderam ver. Nunca aconteceu isso antes. Milhões de cédulas foram enviadas por correio para pessoas que jamais as solicitaram!

    • 19:55

      Yoshihide Suga reconhece vitória de Biden e Harris e fala em trabalhar com o governo americano

      Calorosos parabéns para Joe Biden e Kamala Harris. Estou ansioso para trabalhar com você para fortalecer ainda mais a aliança Japão-Estados Unidos e garantir paz, liberdade e prosperidade na região Indo-Pacífico e além.

    • 19:52

      Joe Biden celebra com sua família

    • 19:46

      Rússia está pronta para trabalhar para normalização bilateral com qualquer presidente dos EUA

      "A Rússia está aberta a trabalhar com qualquer presidente dos Estados Unidos, já que a normalização das relações bilaterais continua sendo uma prioridade para Moscou, disse Leonid Slutsky", presidente do Comitê de Assuntos Internacionais da Duma de Estado.

      Slutsky acredita que as relações entre Rússia e EUA não devem mudar dramaticamente para melhor com a mudança do presidente dos EUA, visto que Joe Biden, o candidato democrata que afirmou ter vencido a votação neste sábado (7), descreveu a Rússia como o principal adversário dos EUA .

      "Mas a Rússia, e isso foi declarado ao mais alto nível, está pronta para trabalhar com qualquer presidente dos EUA. A normalização das relações bilaterais ainda é uma das prioridades, inclusive para o parlamento. Vamos analisar todos os aspectos e oportunidades do Diálogo russo-americano em uma mesa redonda até o final de novembro", disse o legislador para jornalistas.

      Slutsky disse que não queria dizer um novo "reinício" das relações, mas sim uma busca por cooperação construtiva, principalmente em áreas como saúde global, estabilidade estratégica, controle de armas, segurança cibernética e espaço pacífico.

    • 19:36

      Obama fala sobre as dificuldades de Joe Biden à frente dos EUA

      Obama e Joe Biden

      Obama diz que Biden enfrentará 'desafios extraordinários' na Casa Branca

      Amigo pessoal de Joe Biden, o ex-presidente americano Barack Obama foi uma das centenas de personalidades que se manifestaram neste sábado (7) após o anúncio dos resultados alcançados na eleição pelo democrata Joe Biden, que foi vice de Obama durante sua gestão.
      Mostrar mais
    • 18:54

      A imagem que corre o mundo: Museu de cera de Londres coloca um terno de golfe no boneco de Donald Trump

      O museu de cera Madame Tussauds de Londres anunciou que vestiu o boneco de Donald Trump com um terno de golfe especial "para refletir seu guarda-roupa potencial para 2021".

      A brincadeira foi feita porque, segundo foi relatado mais cedo, Trump estava jogando golfe quando a vitória de Biden foi declarada.

      O post no Twitter também apresentou uma foto retratando a figura de cera de Trump vestido com uma camisa violeta, calça xadrez e um boné vermelho, com um conjunto de tacos de golfe ao lado dele.

      Sua campanha pode não ter sido um hole in one, mas Donald Trump está agora a caminho de se dedicar mais ao seu esporte favorito, enquanto Madame Tussauds London veste sua figura em trajes de golfe para refletir seu guarda-roupa potencial para 2021.

    • 18:15

      Aiatolá Khamenei diz que eleição americana reflete declínio dos EUA

      Líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, discursa em Teerã, no Irã (foto der arquivo)

      Líder supremo do Irã debocha do 'espetáculo' eleitoral dos EUA

      Texto com críticas ao sistema eleitoral norte-americano foi postado em rede social.
      Mostrar mais
    • 17:40

      Ex-presidente boliviano Evo Morales destaca 'derrota de Trump'

      A derrota eleitoral de Trump é a derrota das políticas racistas e fascistas. Foram derrotadas suas práticas intervencionistas e, também, seus atentados desumanos contra a Mãe Terra.

    • 17:10

      Vitória de Biden repercute no Egito, Iraque e em outros países árabes

      O presidente do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, parabenizou Joe Biden neste sábado (7) por ganhar a presidência dos Estados Unidos, disse um porta-voz da presidência egípcia citado pela Reuters.

      "O presidente destacou a aspiração de cooperação e ação conjunta para fortalecer as relações bilaterais estratégicas entre Egito e Estados Unidos, no interesse dos dois países e povos amigos", afirmou.

      Governos de outros países árabes — como Catar, Omã e Jordânia — também se manifestaram sobre o resultado da eleição americana, igualmente parabenizando o democrata Joe Biden pela vitória, ainda contestada pelo atual chefe de Estado norte-americano, Donald Trump.

      Barham Salih, presidente do Iraque, país ocupado por militares norte-americanos desde o início da década passada, enviou suas "mais calorosas felicitações" ao, possivelmente, novo presidente dos Estados Unidos. 

      Estendo minhas mais calorosas felicitações ao presidente eleito Joe Biden, um amigo e parceiro de confiança na causa da construção de um Iraque melhor. Esperamos trabalhar para alcançar nossos objetivos comuns e fortalecer a paz e a estabilidade em todo o Oriente Médio.

    • 16:56

      Alberto Fernández reconhece vitória de Biden e parabeniza povo americano

      Felicito o povo estadunidense pelo recorde de participação nas eleições, uma clara expressão da vontade popular. Parabenizo Joe Biden, próximo presidente dos Estados Unidos, e Kamala Harris, que será a primeira vice-presidente mulher desse país.

    • 16:43

      Primeiro-ministro indiano envia mensagens para Biden e Harris

      Parabéns, Joe Biden, por sua vitória espetacular! Como VP [vice-presidente], sua contribuição para o fortalecimento das relações Indo-EUA foi crítica e inestimável. Estou ansioso para trabalharmos juntos mais uma vez para levar as relações Índia-EUA a um patamar ainda maior.

      Pouco depois de parabenizar Biden, Narendra Modi enviou outra mensagem para a vice-presidente eleita Kamala Harris, que tem raízes indianas.

      Parabéns, do fundo de meu coração, Kamala Harris! Seu sucesso é inovador e uma questão de imenso orgulho não apenas para suas chittis [tias, em tâmil], mas também para todos os indo-americanos. Estou confiante de que os vibrantes laços Índia-EUA ficarão ainda mais fortes com o seu apoio e liderança.

    • 16:26

      Presidente da Comissão Europeia também reconhece resultado da eleição americana

      Eu felicito calorosamente Joe Biden e Kamala Harris por sua vitória nas eleições presidenciais dos EUA. A UE e os EUA são amigos e aliados, os nossos cidadãos partilham os laços mais profundos. Estou ansiosa para trabalhar com o presidente eleito Biden.

    • 16:16

      Presidente da Grécia também expressa felicitações

      Parabéns a Joe Biden, novo presidente eleito dos EUA, e a Kamala Harris, primeira vice-presidente mulher. Esperamos estender nossa cooperação e amizade sob sua presidência. Dar boas vindas aos EUA novamente no Acordo de Paris sobre mudanças climáticas é o primeiro passo!

    • 16:09

      Premiê italiano destaca 'vitalidade democrática' nos EUA

      Parabéns ao povo e às instituições americanas por uma notável participação de vitalidade democrática. Estamos prontos para trabalhar com o presidente eleito Joe Biden para fortalecer as relações transatlânticas. Os EUA podem contar com a Itália como um aliado sólido e um parceiro estratégico.

    • 16:08

      Primeiro-ministro de Portugal deixa sua mensagem

    • 16:05

      Premiê holandês também parabeniza Joe Biden e Kamala Harris

      Em nome do gabinete holandês, gostaria de parabenizar Joe Biden e Kamala Harris por sua vitória eleitoral após uma disputa acirrada. Estou ansioso para continuar o forte vínculo entre nossos países e espero falar com ele sobre esses assuntos em breve.

    • 15:49

      Merkel se diz ansiosa para trabalhar com Biden

      Em nota divulgada pelo governo alemão, a chanceler Angela Merkel também reconheceu a vitória democrata na eleição presidencial dos Estados Unidos e disse que a amizade entre EUA e Alemanha é "insubstituível".

      Chanceler Merkel parabeniza Joe Biden e Kamala Harris.

      "Felicitações! As cidadãs e os cidadãos americanos tomaram sua decisão. Joe Biden tornou-se o 46º presidente dos Estados Unidos da América. Eu desejo a ele de todo meu coração muita sorte e sucesso e congratulo igualmente Kamala Harris, eleita primeira vice-presidenta em seu país.
      Alegra-me futuramente trabalharmos em conjunto com o presidente Biden. Nossa amizade transatlântica é insubstituível, quando temos grandes desafios que queremos superar nestes tempos", diz a nota.

    • 15:39

      Premiê espanhol deseja sorte a futuro governo americano

      O povo americano elegeu seu 46º presidente. Parabéns Joe Biden e Kamala Harris. Desejamos-lhe boa sorte. Estamos preparados para cooperar com os Estados Unidos e enfrentar juntos os grandes desafios globais.

    • 15:36

      EUA e Canadá têm um relacionamento único, afirma Trudeau

      Parabéns, Joe Biden e Kamala Harris. Nossos dois países são amigos íntimos, parceiros e aliados. Compartilhamos um relacionamento único no cenário mundial. Estou realmente ansioso para trabalhar junto e desenvolver isso com vocês dois.

    • 15:24

      Americanos escolheram seu presidente, diz Macron

      Os americanos designaram o seu presidente. Parabéns a Joe Biden e a Kamala Harris! Temos muito que fazer para enfrentar os desafios de hoje. Vamos agir juntos!

    • 15:16

      Boris Johnson dá os parabéns a Biden e Harris

      O primeiro-ministro do Reino Unido, aliado histórico dos EUA, parabenizou nesta tarde os democratas Joe Biden e Kamala Harris pela vitória na eleição presidencial norte-americana. 

      "Parabéns a Joe Biden por sua eleição como presidente dos Estados Unidos e a Kamala Harris por sua conquista histórica. Os EUA são o nosso aliado mais importante e espero trabalhar junto em nossas prioridades compartilhadas, da mudança climática ao comércio e segurança", escreveu o premiê britânico.

      Parabéns a Joe Biden e Kamala Harris.

    • 15:06

      Chefes de Estado reconhecem vitória de Biden; Bolsonaro, ainda não

      Após o anúncio da vitória do democrata Joe Biden nas eleições americanas, lideranças de alguns dos principais parceiros dos Estados Unidos se manifestaram nas redes desejando um bom governo ao, possivelmente, futuro presidente norte-americano. 

      O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, ainda não se manifestou.

    • 14:55

      Orientação no governo brasileiro é de silêncio total, diz jornalista

      De acordo com informações de bastidores apuradas pela jornalista Natuza Nery, da GloboNews, a orientação no governo brasileiro é a de que o silêncio deve ser mantido até uma "confirmação oficial" do resultado da eleição norte-americana. Segundo a jornalista, declarações do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, parabenizando o democrata Joe Biden não teriam sido bem recebidas no Planalto. 

    • 14:45

      Bernie Sanders parabeniza responsáveis por 'dia histórico'

      Quero parabenizar todos aqueles que trabalharam tanto para tornar possível este dia histórico. Agora, por meio de nossa contínua organização de base, vamos criar um governo que trabalhe para TODOS e não para poucos. Vamos criar uma nação construída com base na justiça, não na ganância e na intolerância.

    • 14:31

      Trump afirma que não descansará até que EUA tenham 'apuração de votos honesta'

      Após a mídia dos Estados Unidos apontar a vitória do democrata Joe Biden, neste sábado (7), a campanha republicana emitiu uma nota com declarações do presidente Donald Trump reforçando acusações de fraude nas eleições e apontando que ações judiciais serão tomadas.

      Segundo o documento, Trump afirma que Biden está se apressando para "falsamente posar como o vencedor" e que os aliados do democrata na mídia o apoiam porque "não querem que a verdade seja exposta".

      Trump afirma ainda que a eleição "está longe de acabar" e aponta que ações judiciais de sua campanha estão em curso e que isso pode impedir a vitória de Biden. O presidente afirma também que são os "votos legais" que decidem o vencedor, "não a mídia".

      O republicano aponta que a partir da segunda-feira (9) sua campanha iniciará processos judiciais para garantir que o "verdadeiro vencedor" seja empossado.

      Trump encerra a nota afirmando que não descansará "até que o povo norte-americano tenha a apuração de votos honesta que merece e que a democracia demanda".

      Declaração do presidente emitida pela equipe de campanha de Trump. O presidente Trump está atualmente em sua propriedade de golfe na Virgínia.

    • 14:28

      AP também confirma vitória de Biden em Nevada

      De acordo com principais órgãos de mídia que estão acompanhando a apuração, o democrata já conquistou 290 delegados, mas número ainda pode aumentar. Trump, por sua vez, contesta contagem.

    • 14:24

      'Temos muito trabalho pela frente', diz vice-presidente eleita

      Esta eleição é sobre muito mais do que Joe Biden ou eu. É sobre a alma da América e nossa disposição de lutar por ela. Temos muito trabalho pela frente. Vamos começar.

    • 14:20

      Vitória de Biden restaura valores da democracia liberal, diz Rodrigo Maia

    • 14:16

      Derrotada por Trump em 2016, Hillary Clinton comemora vitória de Biden

      Os eleitores se manifestaram e escolheram Joe Biden e Kamala Harris para serem nossos próximos presidente e vice-presidente. É um bilhete para fazer história, um repúdio a Trump e uma nova página para a América. Obrigado a todos que ajudaram a fazer isso acontecer. Avante, juntos.

    • 14:03

      Partido Democrata parabeniza Joe Biden por eleição

      Parabéns, Joe Biden. É hora de começar o trabalho de unir nosso país para curar as feridas de nossa nação, restaurando nossa economia e a reconstruindo melhor para uma América que funcione para todos.

    • 13:56

      Biden se diz honrado por ter sido eleito

      América, estou honrado por você ter me escolhido para liderar nosso grande país. O trabalho que temos pela frente será árduo, mas eu prometo a você o seguinte: serei um presidente para todos os americanos — quer você tenha votado em mim ou não. Vou manter a fé que vocês colocaram em mim.

    • 13:52

      Trump não reconhece derrota

      Presidente atual disse por meio de comunicado que a eleição ainda não acabou e que Joe Biden se apressou para se posicionar falsamente como presidente eleito. Ainda de acordo com Trump, a partir de segunda-feira (9), seus advogados vão buscar reverter a decisão nos tribunais.

    • 13:50

      Segundo Fox, Biden vence também em Nevada e chega a 290 delegados

    • 13:40

      Trump joga golfe

      Pouco antes do anúncio da vitória de Joe Biden pela imprensa norte-americana, o presidente Trump saiu para jogar golfe. Ainda não há previsão de quando ele se manifestará sobre a notícia.

    • 13:28

      Mídia americana dá vitória a Joe Biden

      De acordo com diferentes fontes de apuração, candidato democrata conseguiu derrotar o atual presidente, Donald Trump, no estado da Pensilvânia. Com isso, ele soma 284 delegados, conquistando, assim, a presidência dos Estados Unidos.

    • 13:27

      Associated Press diz que Biden já tem delegados suficientes para declarar vitória

    • 13:12

      Assessor de Trump admite não ter evidências de fraude, diz jornalista

      Conselheiro de Trump me diz que a campanha "não tem nada de concreto" em termos de fraude eleitoral.

    • 13:02

      Equipe de Biden espera poder declarar vitória ainda neste sábado

      A equipe de campanha de Joe Biden está planejando um possível discurso no horário nobre deste sábado (7) na esperança de que o candidato democrata seja declarado presidente ainda hoje, disse um assessor.

    • 12:40

      'Venci esta eleição!', diz Trump

      Contrariando as apurações, que indicam uma vantagem significativa para o candidato democrata Joe Biden, o presidente Donald Trump voltou a se manifestar em seu Twitter afirmando que ele teria vencido o pleito por uma larga margem sobre seu concorrente. 

      Eu venci esta eleição, por muito!

    • 11:00

      Biden aumenta vantagem sobre Trump na Geórgia

      Candidato Joe Biden acumula 2.461.455 votos e Trump 2.454.207 na Geórgia pela última atualização da apuração. A vantagem de Biden subiu para 7.248 votos, enquato a apuração anterior apontava vantagem de apenas 4.020 para o democrata.

    • 10:44

      Trump afirma que tratores bloquearam postos de contagem de votos impedindo trabalho de observadores

      ...Coisas ruins aconteceram durante aquelas horas onde a transparência legal foi perversa e cruelmente impedida. Tratores bloquearam portas e janelas foram cobertas com papelão grosso para que os observadores não olhassem para dentro das salas de contagem. Coisas ruins aconteceram lá dentro. Grandes mudanças aconteceram!

    • 10:29

      Trump diz que milhares de votos foram ilegalmente contados na Pensilvânia e em outros estados

      Presidente e candidato Donald Trump afirmou que centenas de milhares de votos não foram contados, enquanto outros foram contados ilegalmente, influenciando assim os resultados da eleição presidencial, em sua conta no Twitter.

      Dezenas de milhares de votos foram ilegalmente recebidos depois das 20h00 na terça-feira [3], Dia da Eleição, mudando total e facilmente os resultados na Pensilvânia e alguns outros estados com margem muito pequena. Como uma questão separada, centenas de milhares de votos foram ilegalmente impedidos de ser observados...

    • 00:56

      Joe Biden diz que vai ganhar a eleição e que a vitória é clara

      O candidato democrata Joe Biden falou à nação no início da madrugada do sábado (7) no horário de Brasília. Comentou que não daria uma declaração final já que os votos ainda eram computados. Mas que tinha uma "maioria clara" de votos. Enfatizou que foi o candidato mais votado da história americana e que venceria o presidente Donald Trump, seu adversário republicano, por quatro milhões de votos. Biden defendeu a união do país. Falou que não tinha um inimigo, mas sim um adversário. Anunciou que teve, com sua companheira de chapa, a senadora Kamala Harris, reuniões com especialistas em saúde pública e economia. Citou a crise que levou 20 milhões de americanos ao desemprego e a COVID-19 que pode matar 200 mil cidadãos. Reconheceu que o país vive momentos de tensão, mas que a nação precisa estar junta nessa hora. Biden lembrou que todos os votos serão contados e que não permitirá qualquer ação contrária. E terminou dizendo que "a democracia funciona".

    • 22:02

      Suprema Corte dos EUA ordena que Pensilvânia separe as cédulas que chegaram após o dia da eleição.

      A decisão foi tomada pelo juiz Samuel Alito na noite desta sexta-feira (6). A decisão não interrompe a contagem dessas cédulas, como queriam os republicanos.

    • 21:57

      Juiz rejeita ação do Partido Republicano em Nevada

      O juiz americano Andrew Gordon negou um processo movido pelo Partido Republicano em Nevada que questionava o uso de um software de computador para verificar as assinaturas nas cédulas e a alegava falta de acesso do observador.

      "Decidi que os querelantes não compareceram ao tribunal neste momento com uma demonstração legal suficiente e uma base probatória suficiente para conseguir o que é necessário para obter a tutela extraordinária de uma liminar ... portanto, negarei a moção para ordem de restrição temporária", disse Gordon.

    • 21:41

      Processos judiciais estão apenas começando, alerta Trump

      Joe Biden não deve reivindicar indevidamente o cargo de presidente. Eu também poderia fazer essa afirmação. Os processos judiciais estão apenas começando!

    • 20:27
      O ministro da Economia, Paulos Guedes, faz palestra durante encontro com empresários na Associação Comercial do Rio de Janeiro

      Nós vamos dançar com todo mundo, diz Guedes sobre possível vitória de Biden nos EUA

      O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta sexta-feira (6) que o Brasil seguirá seu relacionamento com os Estados Unidos no caso de vitória de Joe Biden na eleição dos Estados Unidos.
      Mostrar mais
    • 18:52

      Secretário admite possibilidade de recontagem de votos na Geórgia

      O secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, disse que a corrida presidencial no estado continua apertada e ainda não é possível declarar quem vai vencer no estado.

      "O foco da nossa equipe e dos funcionários eleitorais do condado, por enquanto, continua sendo garantir que cada voto legal seja contado e registrado com precisão", disse ele.

      Raffensperger acrescentou que, dos cerca de cinco milhões de votos, a margem ficará dentro de "alguns milhares".

      "Com uma margem tão pequena, provavelmente haverá uma recontagem na Geórgia", disse ele.

    • 17:59
      Manifestantes pedem que votos das eleições dos EUA sejam contados.

      OEA pede que todos os 'votos válidos' sejam contados em eleição nos EUA

      A Organização dos Estados Americanos (OEA) publicou um relatório preliminar nesta sexta-feira (6) sobre a eleição presidencial dos Estados Unidos e pediu que todos os "votos considerados válidos sejam contados".
      Mostrar mais
    • 16:59

      Republicanos da Pensilvânia acionam Suprema Corte por cédulas que chegarem depois da eleição

      Os republicanos da Pensilvânia pediram à Suprema Corte dos EUA que ordene ao secretário do estado "registrar, segregar" e "não tomar nenhuma ação" em relação a qualquer cédula de votação que tenha chegado após o dia 3 de novembro.

    • 16:45

      Filadélfia tem 'Baile de Favela' durante apuração

    • 16:32

      Secretária do estado do Arizona afirma que não há cédulas ilegais sendo contadas

      A secretária do estado do Arizona, Katie Hobbs, disse à MSNBC em uma entrevista nesta sexta-feira (6) que não há votos ilegais sendo computados, apesar das alegações feitas pelo presidente Donald Trump e seus apoiadores.

      "Absolutamente não, não há votos ilegais sendo contados no estado do Arizona e provavelmente em nenhum lugar", disse ela. "Não conheço nenhum dos meus colegas em todo o país que permitiria a contagem de votos ilegais em seus estados. Honestamente, esse tipo de desinformação realmente só torna nosso trabalho mais difícil."

    • 15:50

      Trump diz que não desistirá de luta

      Presidente Donald Trump: “Acreditamos que o povo americano merece ter total transparência em todas as contagens de votos e certificação eleitoral, e que não se trata mais de uma única eleição. Trata-se da integridade de todo o nosso processo eleitoral. Desde o começo, nós dissemos que todas as cédulas legais devem ser contadas e todas as cédulas ilegais não devem ser contadas, ainda que tenhamos encontrado resistência a esse princípio básico por parte dos democratas todas as vezes. Seguiremos esse processo em todos os aspectos da lei para garantir que o povo americano tenha confiança no nosso governo. Eu nunca desistirei de lutar por vocês e pela nossa nação."

    • 15:38

      Trump deveria reconhecer derrota, diz prefeito da Filadélfia

      "Eu acho que o que o presidente precisa fazer é reconhecer o fato de que ele perdeu e ele precisa parabenizar o vencedor, assim como Jimmy Carter fez, assim como George W. Bush fez", disse Jim Kenney em coletiva de imprensa, fazendo um apelo para que Donald Trump pare de tumultuar a eleição com acusações de fraude que, segundo ele, não teriam cabimento. "Parar com isso e nos deixar seguir em frente como país. Esse é o meu sentimento, mas duvido que ele vá me ouvir."

    • 15:09

      Presidente da Câmara dos Representantes chama Biden de 'presidente eleito'

      A presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, se referiu ao candidato democrata, Joe Biden, como presidente eleito, já que, segundo ela, se encaminha para ganhar a disputa contra o atual chefe de Estado, Donald Trump.

      "Esta manhã, está claro que a chapa Biden-Harris conquistará a Casa Branca", disse Pelosi a repórteres. "O presidente eleito Biden tem um mandato forte para liderar e terá uma Câmara democrata forte com ele, e muitos democratas no Senado."

      Biden, segundo grande parte dos órgãos de contagem, tem atualmente 264 votos no colégio eleitoral, precisando de apenas mais seis para ser considerado o vencedor da eleição presidencial, em meio a uma série de contestações por parte do presidente Trump, que aparece com 214 delegados nas contagens.

    • 14:54

      Prefeito da Filadélfia rebate acusações de Trump sobre fraude

      O prefeito da Filadélfia, Jim Kenney, disse nesta sexta-feira (6) que não há fundamento nas acusações de fraude feitas por Donald Trump e sua equipe no que se refere à apuração dos votos na maior cidade da Pensilvânia.

      Já a comissão eleitoral responsável pela contagem na cidade, por sua vez, afirmou que ainda restam cerca de 40 mil cédulas a serem computadas, em grande parte, provisórias e militares.

    • 14:48

      Onde estão as cédulas militares? Trump quer saber

      Presidente voltou a usar as redes sociais para reclamar de apuração. Em tweet, questionou paradeiro de cédulas enviadas por militares na Geórgia.

      Onde estão as cédulas militares perdidas na Geórgia? O que aconteceu com elas?

    • 14:46

      Biden deve realizar discurso para a nação americana nesta noite, diz assessor

    • 14:07

      Recontagem na Geórgia não deve ocorrer antes do dia 20

      A recontagem dos votos na Geórgia não pode ser solicitada antes de o estado certificar os resultados em 20 de novembro, disse o gerente de implementação do sistema de votação da Geórgia, Gabriel Sterling, em conversa com repórteres nesta sexta-feira (6).

      As autoridades locais dizem que se a diferença entre os dois candidatos permanecer dentro da faixa de 0,5 ponto percentual, uma recontagem da votação pode ser solicitada. No momento, o democrata Joe Biden lidera a disputa no estado com 1.586 votos à frente de Donald Trump.

    • 14:05

      Em Nevada e Pensilvânia, Biden lidera com vantagem de 20.552 e 8.867, respectivamente, sobre Trump

    • 13:44

      Trump acusa democratas de 'ataque' a senado 'republicano'

      Com o ataque dos democratas de esquerda radical ao senado republicano, a presidência ganha ainda mais importância!

    • 13:38

      Atualização no Arizona

      De acordo com o último balanço no estado do Arizona, o democrata Joe Biden aparece com 1.560.347 votos contra 1.516.778 do republicano Donald Trump.

    • 13:01

      Biden lidera na Geórgia com diferença de 1.579 votos; restam 4.169 cédulas a serem contadas

    • 12:39

      Geórgia pode ter recontagem de votos

      Segundo autoridades locais, diferença entre os dois candidatos é tão pequena que pode ser necessário realizar uma recontagem das cédulas, ao mesmo tempo em que são investigados relatos de possíveis irregularidades.

      "Com uma margem tão pequena, haverá uma recontagem na Geórgia", disse o secretário do estado, Brad Raffensperger.

    • 12:04

      Campanha de Trump diz que eleições ainda não terminaram após Biden avançar na Pensilvânia

      A campanha do candidato republicano anunciou ter descoberto muitas violações nas eleições na Pensilvânia, expressando a esperança de que uma recontagem de votos na Geórgia definiria Trump como líder. Além disso, membros da campanha de Trump declararam que, em Nevada, milhares de votos foram enviados pelo correio de maneira errada.

      Em tweet, Ivanka Trump apelou para contagem de votos justa.

      Cada voto legal deve ser contado, cada voto ilegal não deve ser. Isso não deve ser controverso.

      Isso não é uma declaração partidária – eleições livres e justas são a base da nossa democracia

    • 10:54

      Biden ultrapassa Trump na Pensilvânia, segundo Fox; apuração continua

      A diferença é de 5.594 votos, e o estado pode dar ao vencedor mais 20 delegados. Há umas horas, os votos a favor do candidato democrata também superaram os para Donald Trump no estado-chave da Geórgia. A apuração continua em todos os estados e cinco destes ainda não anunciaram o vencedor.

    • 06:34

      Biden ultrapassa Trump no estado-chave da Geórgia, mas apuração continua

      Candidato democrata Joe Biden ultrapassa Donald Trump no estado da Geórgia, e tem 917 votos a mais. A apuração no estado ainda não acabou e ambos os candidatos possuem 49,4% dos votos no estado. Caso ganhe, Biden recebe 16 delegados neste estado-chave.

    • 05:12

      A diferença entre votos na Geórgia diminui para 665

      Com 99% dos votos apurados, Trump continua liderando com apenas 665 votos a mais.

    • 04:50

      Contagem dos votos por correio de Nevada durará até dia 10

      Segundo informou a secretária de Nevada Barbara Cegavske, o estado vai continuar a apuração de votos chegados por correio até terça-feira, 10 de novembro, destacando que restam 123.554 cédulas enviadas por correio ou deixadas pessoalmente em vários locais especiais por todo o estado.

      "De acordo com a lei de Nevada, cédulas por correio do [dia da eleição] ou de antes do dia da eleição e recebidas antes das 17h00 de 10 de novembro, serão contadas", disse Cegavske.

      A lei de Nevada diz que todos os votos devem ser apurados até o final do dia 12 de novembro, então o resultado não oficial das eleições no estado é esperado em 13 de novembro.

      Funcionários contando votos no Centro Eleitoral do Condado de Clark em North Las Vegas, Nevada, 4 de novembro de 2020
      © REUTERS / Steve Marcus
    • 02:25

      Diferença de votos na Pensilvânia cai para menos de 23 mil

      Apuração atualizada dos votos na Pensilvânia mostra Trump com 49,6% dos votos e Biden com 49,3%.

      Em números reais, Trump soma 3.285.239 votos e Biden 3.262.850, dando vantagem de 22.389 para o candidato republicano.

    • 01:09

      Diferença de votos na Pensilvânia cai para 26 mil

      A diferença de votos entre o presidente Donald Trump e o democrata Joe Biden na Pensilvânia é agora de pouco mais de 26.000. Há algumas horas, a vantagem de Trump era de 42.000. 

      Trump tem tem 49,62% dos votos, enquanto Biden registra 49,23%. Pouco mais de 93% dos votos já foram apurados. O estado garante 20 delegados no colégio eleitoral.

    • 00:35

      Filho de Donald Trump diz que pai deve fazer 'guerra total' contra 'fraude' nas eleições

      A melhor coisa para o futuro da América é Donald Trump ir para a guerra total nesta eleição para expor toda a fraude, enganação, eleitores mortos e ex-moradores do estado, que têm seguido por tempo demais. É hora de limpar essa bagunça e parar de parecer como uma república de banana

    • 00:11

      Diferença de votos entre Trump e Biden na Geórgia é de menos de 2 mil

      A vantagem do presidente Donald Trump sobre Joe Biden na Geórgia é agora de menos de 2.000 votos, com quase 100% da apuração concluída. O republicano tem 49,40% e o democrata 49,36%.

    • 23:19

      Vantagem de Trump na Pensilvânia e Geórgia continua caindo

      A vantagem do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em relação ao democrata Joe Biden caiu para menos de 2.500 votos na Geórgia, com quase 100% das urnas apuradas. Na Pensilvânia, a diferença é de cerca de 50.000.

    • 23:04

      Black Lives Matter faz manifestação em Manhattan e ativistas são detidos

      O movimento Black Lives Matter iniciou uma manifestação em Manhattan, Nova York. A polícia prendeu alguns ativistas do grupo. 

      Os manifestantes carregam bandeira do movimento e gritam palavras de ordem contra o presidente Donald Trump e a polícia. 

    • 22:52

      'Não há defesa para comentários' de Trump, diz governador republicano de Maryland

      Não há defesa para os comentários do presidente esta noite minando nosso processo democrático. A América está contando os votos, e devemos respeitar os resultados como sempre fizemos antes. Nenhuma eleição ou pessoa é mais importante do que nossa democracia

    • 21:54

      Ninguém vai tirar nossa democracia de nós, diz Biden após pronunciamento de Trump

      Ninguém vai tirar nossa democracia de nós. Nem agora, nem nunca.
      A América foi longe demais, travou muitas batalhas e suportou muito para permitir que isso acontecesse.

    • 21:47
      Joe Biden, candidato a presidente dos EUA, discursa ao lado de sua vice, Kamala Harris, em Delaware

      Brasil é irrelevante para EUA e Biden não entrará em confronto com país se eleito, diz especialista

      Apesar de declarações de Jair Bolsonaro, o democrata Joe Biden, caso eleito presidente dos EUA, não adotará postura de confronto contra o governo brasileiro, disse especialista à Sputnik Brasil.
      Mostrar mais
    • 21:27

      Congressista republicano diz que quem fala em fraude precisa apresentar provas

      Queremos todos os votos contados, sim, todos os votos legais (é claro). Mas, se você tiver dúvidas legítimas sobre fraude, apresente EVIDÊNCIA e leve-a ao tribunal. PARE de espalhar desinformação desmascarada ... Isso está ficando louco.

    • 21:09

      Diferença de Trump para Biden na Pensilvânia cai para 75 mil votos

      A diferença entre Donald Trump e Joe Biden caiu para 75 mil votos no estado da Pensilvânia. Na quarta-feira (4), a vantagem do atual presidente era de 618 mil votos.

    • 20:51

      Se você contar os votos legais eu ganhei facilmente, diz Trump em pronunciamento

      O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez um pronunciamento na noite desta quinta-feira (5) e disse que "ganhou a eleição facilmente".

      "Se você contar os votos legais eu ganhei facilmente, se você contar os votos ilegais, eles estão tentando roubar a eleição de nós", afirmou Trump.

      Trump disse que estava defendendo a suspensão da contagem de "votos que chegaram atrasados".

      "Já ganhei de forma decisiva em muitos estados críticos, incluindo vitórias massivas", afirmou.

      O presidente dos EUA ainda não apresentou provas das supostas ilegalidades cometidas durante a apuração dos votos.

      "Nós estávamos ganhando em diversos estados com uma grande margem, mas os votos começaram magicamente a mudar", disse o presidente.

    • 19:42

      Cada método de votação na Pensilvânia 'é incrivelmente seguro', diz secretária

      A secretária de Estado da Pensilvânia, Kathy Boockvar, garantiu aos eleitores a apuração vai continuar e as autoridades eleitorais do condado "levam isso muito a sério".

      Boockvar disse que todas as cédulas serão contadas até sexta-feira (6).

      "Eu realmente posso dizer que não importa como você escolheu votar este ano. Parece que realmente haverá uma grande percepção quando finalizarmos a contagem de que cada método é incrivelmente seguro e protegido", disse Boockvar.

    • 19:31

      Liderança de Trump na Geórgia cai para menos de 10 mil votos

      A liderança do presidente Trump na Geórgia caiu para menos de dez mil votos, cerca de 0,2%, com 99% dos votos contados. A apuração continua no estado.

    • 19:09

      Campanha de Trump abre novo processo federal contra funcionários eleitorais da Filadélfia

      A campanha de Trump abriu um novo processo na tarde desta quinta-feira contra as autoridades eleitorais da Filadélfia por supostamente bloquear a observação das urnas na cidade.

      Os advogados ainda não apresentaram as justificativas para essa alegação.

    • 18:25

      'Não temos dúvida que quando a contagem terminar, nós seremos vencedores', diz Biden

      O candidato democrata, Joe Biden, fez um breve pronunciamento em Wilmington, no estado de Delaware, em que novamente defendeu que "cada voto precisa ser contado".

      "A senadora e eu continuamos otimistas sobre as coisas que defendemos. Nós não temos nenhuma dúvida que quando a contagem for finalizada a senadora Harris e eu vamos ser declarados vencedores", disse Biden.

    • 18:20

      Equipe de Trump entra com ação judicial contra negação de acesso à contagem de votos na Filadélfia

    • 17:26

      Juiz federal dos EUA ordena verificações duas vezes ao dia dos correios que recebem cédulas de votação

      Varreduras nas instalações de processamento de correspondências deverão ser efetuadas de acordo com essa determinação em todos os estados que aceitam cédulas entregues após 3 de novembro, informou a Law & Crime.

    • 17:07

      Geórgia ainda precisa contar 47.277 cédulas de eleitores ausentes

      O secretário de estado da Geórgia, Brett Raffensperger, disse nesta quinta-feira (5) que há 47.277 votos de eleitores ausentes a serem contados no estado, acrescentando que várias medidas de segurança foram tomadas para garantir a votação e aumentar a confiança do público no processo eleitoral.

      "Funcionários em vários condados continuam contando as cédulas, com fortes protocolos de segurança em vigor para proteger a integridade de nossa eleição", disse Raffensperger. "Há muito que antecipamos, e dissemos publicamente, que a contagem provavelmente ocorreria na noite de quarta-feira e talvez na manhã de quinta-feira. Estamos a caminho de realizar isso com responsabilidade, garantindo que a voz de todos os eleitores aptos seja ouvida".

    • 16:27

      Twitter marca postagem de filho de Trump como 'contestável'

      Donald Trump Jr., filho do presidente Donald Trump, pediu que eleitores trumpistas compartilhassem suas "experiências pessoais" e falou em uma possível "fraude" na apuração de votos da eleição dos EUA.

      A quantidade de FRAUDE relatada na Pensilvânia, Michigan, Nevada, Geórgia e Wisconsin é surreal. Por favor, relate experiências pessoais. Por favor, tenha todos os fatos e evidências

    • 16:18

      Autoridades da Pensilvânia dizem que contagem dos votos foi retomada após liminar de Trump que pedia interrupção ser derrubada

    • 15:29

      Nevada não terminará de contar as cédulas até 12 de novembro

      O condado de Clark, no disputado estado de Nevada, não terminará contagem oficial dos votos até 12 de novembro, mas a maioria das cédulas deve ser contabilizada até sábado ou domingo, disse o representante do órgão eleitoral do condado de Clark, Joe Gloria.

      "Esperamos ter a maior parte de nossas cédulas de correio que foram recebidas no sistema até sábado ou domingo", disse Gloria. "Não concluiremos até 12 de novembro", acrescentou.

      Segundo ele, também será estudada a questão de saber se houve voto duplo - quando as cédulas forem recebidas pelo correio, o sistema vai verificar se o eleitor votou duas vezes.

      Ao mesmo tempo, Joe Gloria disse que não houve nenhuma informação sobre violações das cédulas.

    • 15:27

      Campanha de Trump perde ação judicial para interromper contagem de votos em Michigan

    • 15:12

      Suprema Corte da Pensilvânia anulou decisão de suspender contagem de votos na Filadélfia

      A Suprema Corte da Pensilvânia anulou a decisão de um tribunal inferior de suspender temporariamente a contagem de votos na Filadélfia.

    • 14:59

      Biden pede paciência em postagem no Twitter

      Sejam pacientes. Os votos estão sendo contados e nos sentimos bem onde estamos.

    • 14:41

      Donald Trump posta no Twitter para 'parar a fraude' nas eleições

      Trump anunciou vitória na noite de quarta-feira e acusou os democratas de tentar "roubar a eleição", sem apresentar quaisquer provas. 

      Parem a fraude!

    • 14:16

      Joe Biden amplia vantagem em Nevada de 7.647 para 12.042 votos, diz projeção da CNN

      Biden detém 49,5% dos votos, enquanto Trump detém 48,5%.

    • 13:56

      Condado de Allegheny, na Pensilvânia, interrompe contagem dos votos até sexta-feira

      O condado de Allegheny, na Pensilvânia, interrompe a contagem dos votos até sexta-feira, afirmam relatos da mídia. 

      A medida é resultado de uma contestação legal sobre cédulas mal impressas que tiveram que ser reemitidas para alguns eleitores.

       

      Contagem de votos na Pensilvânia

      Campanha de Trump diz ter obtido ordem judicial para observar contagem na Pensilvânia

      A equipe jurídica do presidente norte-americano Donald Trump obteve autorização da Justiça para que os representantes de sua campanha tivessem acesso imediato ao processo de contagem de votos na Filadélfia.
      Mostrar mais
    • 13:50

      Campanha de Trump confirma que moverá ação judicial em Nevada por 'votos impróprios'

    • 13:37

      'A vitória é iminente', diz equipe de Biden

      Diretor de campanha de Biden acrescentou que a estratégia de Trump de entrar com ações judiciais disruptivas está fadada ao fracasso.

    • 13:31

      Trump diz que vai contestar todos os estados reivindicados por Biden por fraude eleitoral

      Todos os Estados recentemente reivindicados por Biden serão legalmente contestados por nós por fraude eleitoral e fraude eleitoral estadual. Muitas provas - basta verificar a mídia. NÓS GANHAREMOS! América primeiro!

    • 13:09

      Trump afirma ter conquistado 'grande vitória legal' na Pensilvânia

      Grande vitória legal na Pensilvânia!

    • 11:37

      Trump pede para parar a apuração

      PAREM A CONTAGEM!

      O apelo do presidente surge em situação de ainda haver cinco estados sem líder anunciado - Nevada, Alaska, Carolina do Norte, Pensilvânia e Geórgia. Trump lidera em quatro deles.

      Logo depois, Trump também se pronunciou sobre votação pelo correio e apelou para não contar votos que chegaram após o dia 3 de novembro. Essa postagem também foi marcada pelo Twitter como englobando conteúdo inapropriado sobre eleições.

      QUALQUER VOTO QUE CHEGOU APÓS O DIA DA ELEIÇÃO NÃO SERÁ CONTADO!

    • 11:23

      E se não tiver vencedor definido, como será resolvido o resultado?

      Manifestante segura bandeira dos EUA e cartaz, em manifestação organizada pelos Jovens Democratas no Exterior, com a mensagem Conte cada voto, durante as eleições presidenciais norte-americanas de 2020, junto ao Portão de Brandenburgo em Berlim, Alemanha, 4 de novembro de 2020

      O que acontece se as eleições dos EUA não tiverem um vencedor evidente?

      Especialistas descrevem possíveis cenários após o dia da eleição, que vão de vitória inequívoca de Donald Trump ou de seu rival democrata Joe Biden a uma prolongada batalha judicial.
      Mostrar mais
    • 01:58

      Vários estados dos EUA viveram noite de protestos; Oregon ativou Guarda Nacional

      Manifestantes entram em conflito com a Polícia Federal e a Polícia de Portland em uma instalação de Imigração e Fiscalização Aduaneira de Portland, Oregon, EUA, 29 de outubro de 2020

      Guarda Nacional do Oregon é ativada em meio a motim eleitoral em Portland (VÍDEOS)

      O anúncio da campanha de Trump de querer interromper contagem de votos na Pensilvânia e em Michigan, que ainda estão apurando votos, levou a protestos de pró-democratas.
      Mostrar mais
    • 01:49

      Biden diz que colocará os EUA de volta no Acordo de Paris

      Na noite da quarta-feira (4), em meio à apuração dos votos das eleições presidenciais dos Estados Unidos, o candidato democrata à Presidência dos EUA, Joe Biden, afirmou que reconduzirá o país de volta ao Acordo de Paris assim que assumir a Casa Branca. O candidato está à frente das apurações e segue como o favorito a vencer as eleições.

      O presidente dos EUA, Donald Trump, retirou Washington do Acordo de Paris em junho de 2017, mas a saída oficial do acordo só entrou em vigor na quarta-feira (4).

    • 01:33

      Biden reduz vantagem de Trump na Pensilvânia, com 89% das urnas apuradas

      O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, está diminuindo a diferença em relação ao presidente Donald Trump. Com 89% dos votos contados, conforme dados da Fox News, Biden tem agora 47,9% dos votos no estado, enquanto Trump tem 50,9%. 

      Os 20 delegados da Pensilvânia fazem do estado um local decisivo para a eleição. Uma eventual vitória de Biden no estado daria a vitória ao democrata.

      Em 2016, Trump venceu a eleição no estado por uma diferença de 44 mil votos sobre a então candidata democrata, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton.

       

    • 23:20

      Geórgia: com 98% dos votos contados, Biden reduz diferença para Trump para menos de 1%

      O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, reduziu a liderança do presidente norte-americano, Donald Trump, no estado da Geórgia para menos de 1%, aponta a emissora Fox News.

      Os dados mostram que Biden tem 49% dos votos, enquanto Trump soma 49,8%. Caso Biden conquiste os 16 delegados de mais este estado, o democrata vencerá as eleições presidenciais. A vitória na Geórgia seria a primeira de um democrata na região desde 1992. Em 2016, Trump derrotou a ex-secretária de Estado, Hillary Clinton, com vantagem de 211 mil votos na Geórgia.

      Biden precisa de mais seis delegados para a vitória, enquanto Trump precisa de 56. Além da Geórgia, os estados de Nevada, Pensilvânia, Alasca e Carolina do Norte ainda estão em disputa.

    • 22:57

      Manifestantes vão às ruas da cidade de Nova York durante a apuração dos votos da corrida presidencial entre Donald Trump e Joe Biden.

      Manifestantes vão às ruas da cidade de Nova York durante a apuração dos votos da corrida presidencial entre Donald Trump e Joe Biden.
      © REUTERS / Jeenah Moon
    • 22:33

      Trump entra com ações para suspender apuração em mais 3 estados

      A campanha do presidente Donald Trump entrou com ações judiciais para suspender a apuração dos votos na Pensilvânia, Michigan e Geórgia, e pede recontagem em Wisconsin.

      O presidente dos EUA já havia contestado os votos na Pensilvânia e em Nevada.

    • 22:00

      Kamala Harris: 'Cada voto deve ser contado'

      Joe Biden e eu somos claros: cada voto deve ser contado.

    • 21:45

      Nevada pode atrasar resultado de apuração até amanhã

      Segundo informações, Nevada vai liberar o resultado da apuração das eleições dos EUA na quinta-feira (5) às 9 horas no horário local (14h de Brasília). No momento, Donald Trump aparece com 48,69% dos votos e Joe Biden com 49,33% no estado. 

    • 21:16

      A esperança é a última que morre, diz Bolsonaro sobre eleições norte-americanas

      O presidente Jair Bolsonaro afirmou que "a esperança é a última que morre" ao comentar a apuração das eleições americanas.

      Uma das apoiadoras de Bolsonaro questionou "o que seria de nós" sem Bolsonaro e sem Trump. Ela completou: "a gente está aqui com o coração na mão com o que está acontecendo nos Estados Unidos".

      "A esperança é a última que morre", disse, citado pelo jornal O Globo.

    • 20:07

      Vitória de Biden em Michigan é confirmada

      Joe Biden teve a vitória confirmada em Michigan. O democrata recebeu 49,8% dos votos, contra 48,6% de Donald Trump. Com a vitória, Biden vai a 264 votos contra 214 de Donald Trump e está a um estado de distância de ser o próximo presidente dos Estados Unidos.

    • 20:01

      Veja os 6 estados que ainda não foram apurados

      Os votos ainda estão sendo contados em vários estados importantes, o que pode determinar o resultado da corrida presidencial entre o presidente Trump e Joe Biden.

      Ainda estamos aguardando resultados no Alasca, Arizona, Geórgia, Carolina do Norte, Nevada e Pensilvânia.

    • 19:50

      Biden será presidente de todos os americanos, afirma Kamala Harris

      Joe Biden será um presidente de todos os americanos, não apenas daqueles que votaram nele.

    • 19:35

      Biden volta a falar em vitória e respeito entre adversários

      O candidato democrata publicou uma série de tweets há poucos minutos ecoando o discurso proferido mais cedo por ele em Wilmington. Entre outras coisas, Biden reforçou sua crença na vitória e pediu que os americanos parem de tratar seus adversários como inimigos.

      "Estou confiante de que sairei vitorioso, mas essa não será minha vitória ou nossa vitória apenas. Será uma vitória para o povo americano, para nossa democracia e para a América", disse ele. 

      Para progredir, nós temos que parar de tratar nossos oponentes como inimigos. Nós não somos inimigos.

    • 19:13

      Trump reivindica vitórias em mais 4 estados

      O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou as redes sociais para reivindicar vitória nas apurações na Pensilvânia, Geórgia, Carolina do Norte e até no Michigan, já apontado como vencido por Biden por várias fontes locais.

      Reclamamos, para fins de votação eleitoral, a Comunidade da Pensilvânia (que não permite observadores legais), o estado da Geórgia e o estado da Carolina do Norte, cada um dos quais com uma grande liderança de Trump. Além disso, reivindicamos o estado de Michigan se, de fato, houve um grande número de cédulas rejeitadas secretamente, como foi amplamente relatado!

    • 18:26

      CNN projeta vitória de Biden no Michigan

      Se confirmada, essa vitória garantirá mais 16 delegados para o candidato democrata, deixando-o bem próximo da presidência. Atualmente, Biden tem 248 delegados e precisa de 270 para ser considerado o novo presidente dos Estados Unidos.

    • 18:09

      Biden realiza discurso otimista e em tom conciliador

      Ainda na expectativa pelo resultado final da eleição, Joe Biden decidiu realizar um novo discurso em Wilmington, Delaware, na tarde desta quarta-feira (4).

      Em tom otimista, o candidato democrata reforçou a importância de suas vitórias nos estados até o momento e também a solidez do pleito democrático norte-americano. Segundo Biden, os novos números a serem divulgados devem confirmar sua vitória sobre Donald Trump, o que ele considera "um grande feito".

      "E agora, depois de uma longa noite de contagem, está claro que estamos vencendo estados suficientes para alcançar 270 votos eleitorais necessários para ganhar a presidência", disse.

      Depois do resultado, ainda de acordo com Biden, os Estados Unidos precisarão buscar uma forma de reconciliação, sem ingenuidade, mas com maturidade.

      "Vou trabalhar tão duro para aqueles que não votaram em mim quanto para aqueles que votaram em mim", acrescentou o democrata, rebatendo ameaças de contestação feitas pelo presidente Trump. 

    • 17:54

      Especialista avalia o que pode ter levado a resultado apertado no Texas, tradicional reduto republicano

      Eleitores de Trump e Biden se encontram em Houston, no Texas

      Mudança demográfica pode explicar resultado apertado no Texas, avalia especialista

      A migração de jovens latinos e asiáticos para o Texas pode ser uma das razões para a vitória apertada de Donald Trump no estado, tradicionalmente uma forte base eleitoral republicana.
      Mostrar mais
    • 17:36

      Trump será declarado vencedor até o final da semana, diz assessor

      O assessor de campanha de Trump Jason Miller afirma que "até sexta-feira, o presidente Trump será declarado o vencedor".

    • 17:26

      Equipe de Trump tenta interromper contagem na Pensilvânia

      Representantes da equipe de campanha de Donald Trump disseram que estão tomando medidas legais para tentar interromper a contagem de votos no estado da Pensilvânia, onde o presidente lidera a disputa com cerca de 83% dos votos apurados.

      O gerente de campanha de Donald Trump, Bill Stepien, agora mesmo: "Estamos declarando vitória na Pensilvânia..."

    • 17:14

      OSCE diz que manterá observação da contagem dos votos

      Observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) confirmaram que estão acompanhando a contagem de votos das eleições americanas e disseram que a observação deverá continuar até o final. 

      O chefe da delegação que acompanha os desdobramentos do pleito demonstrou preocupação com o fato de o presidente Trump ter tentado usar sua posição para levar vantagem política sobre o democrata Joe Biden. 

      O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fala em comício na Casa Branca.

      Declarações de Trump podem gerar episódios de violência política após as eleições, alerta OSCE

      A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) disse nesta quarta-feira (4) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que busca a reeleição, tem usado sua posição repetidamente para obter vantagens políticas.
      Mostrar mais
    • 16:43

      Chefe da Comissão Eleitoral de Wisconsin afirma que votos foram contados corretamente

      A equipe de campanha de Donald Trump diz que vai pedir recontagem dos votos no estado, onde Joe Biden obteve vitória. 

      Presidente dos EUA, Donald Trump tira máscara protetora após chegar à Casa Branca, Washington, Estados Unidos, 5 de outubro de 2020

      Trump pode pedir recontagem de votos no Wisconsin

      A equipe de campanha de Donald Trump informou que se prepara para pedir uma recontagem de votos no Wisconsin por suspeitas de irregularidades.
      Mostrar mais
    • 16:24

      Biden vence Trump em Wisconsin; Trump irá pedir recontagem

      A equipe de campanha de Donald Trump já anunciou que vai pedir recontagem no estado de Wisconsin.

    • 16:20

      Equipe de Trump anuncia arrecadação de fundos para proteger resultados eleitorais

      Ambos os candidatos anunciaram alocação de fundos para defender integridade da votação nos EUA.

    • 16:09

      Biden vence em Wisconsin, diz projeção da CNN; não há resultados oficiais ainda

      Uma projeção da CNN diz que o Joe Biden venceu em Wisconsin. O democrata está no momento liderando em Wisconsin, mas a votação oficial no estado ainda não foi concluída.

    • 15:49

      Trump diz que mantém 'grande vitória' na Pensilvânia

    • 15:48

      Campanha de Joe Biden faz postagem no Instagram afirmando já possuir dados que apontam para a vitória do democrata

      A rede social, no entanto, acrescentou um comentário de alerta à postagem: "Os votos ainda estão sendo contabilizados. O vencedor das eleições presidenciais de 2020 ainda não foi projetado".

      Ver essa foto no Instagram

      Here are the facts...

      Uma publicação compartilhada por Joe Biden (@joebiden) em

      Com base em nossos dados, Joe Biden vai: ter mais votos que qualquer outro candidato na história; obter muito mais que 50% dos votos; ganhar em três estados que foram republicanos em 2016; ter margem maior sobre o adversário em Wisconsin, Pensilvânia e Michigan do que Trump teve em 2016; vencer

      Mantenha a fé.

    • 15:45

      Biden anuncia criação de fundo para defesa das eleições

      O candidato democrata Joe Biden afirmou que foi criado o "maior esforço de proteção eleitoral já montado".

    • 15:41

      Trump conquista voto de delegado de Biden no estado de Maine

      O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, conquistou o voto de um delegado do candidato democrata Joe Biden no estado do Maine.

    • 15:23

      Equanto o mundo acompanha a apuração das eleições nos EUA, a Sputnik Brasil conversou com especialista sobre a possível judicialização do processo eleitoral

      Presidente atual dos EUA, Donald Trump, e candidato à presidência Joe Biden durante debates presidenciais em Nashville, Tennessee, em 22 de outubro de 2020 (foto de arquivo)

      'Trump explorou as fake news para influenciar eleitorado latino', afirma especialista

      O mundo espera com atenção o resultado das eleições nos EUA, cujo futuro segue indefinido. A Sputnik Brasil conversou com uma especialista para avaliar as estratégias dos candidatos e a influência do voto latino.
      Mostrar mais
    • 15:08

      Biden lidera Wisconsin com 0,6% de vantagem; 99% dos votos do estado foram contados

    • 14:36

      Equipe de Trump diz que pode pedir recontagem dos votos em Wisconsin 'imediatamente'

      Equipe de Donald Trump declarou que as violações em Wisconsin são grandes e lançou dúvidas sobre a veracidade dos resultados.

      "Tem havido relatos de irregularidades em vários condados de Wisconsin, que levantam sérias dúvidas sobre a validade dos resultados", anunciou o chefe de campanha de Trump, Bill Stepien.

      "O presidente está bem dentro do limite para solicitar uma recontagem e iremos fazer isso imediatamente", completou.

    • 14:19

      Trump volta a questionar votos para Joe Biden

      Eles estão encontrando votos de Biden em todos os lugares - na Pensilvânia, Wisconsin e Michigan. Tão ruim para o nosso país!

    • 14:01

      Faltam cerca de 200 mil votos a serem contados na Geórgia, diz o secretário de estado

      O secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, informou que a região ainda precisa contabilizar cerca de 200 mil cédulas.

    • 13:46

      Enquanto apuração de votos continua, veja em imagens como foi o dia das eleições

      Pessoa exibe etiqueta Eu votei, enquanto cidadãos votam nas eleições do presidente dos EUA no primeiro dia de votação presencial alargada em meio à pandemia da COVID-19, em Los Angeles, Califórnia, EUA, 30 de outubro de 2020

      Entre votação e protestos: assim foi o dia de eleições nos Estados Unidos

      Republicano Donald Trump ou democrata Joe Biden? Milhões de norte-americanos votaram nas eleições pelo futuro de seu país.
      Mostrar mais
    • 13:36

      Pensilvânia contabilizou quase 50% das cédulas enviadas por correio

      "Estamos nos aproximando de 50% das cédulas de correio contadas. Ainda há milhões de cédulas restantes para serem contadas", disse a secretária de Estado, Kathy Boockvar, durante uma coletiva de imprensa.

      Boockvar destacou que os resultados das eleições serão atualizados ao longo do dia à medida que a contagem avança.

    • 13:10

      Biden amplia a vantagem sobre Trump em Michigan para 0,6%

      O candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, ampliou ainda mais sua vantagem sobre o rival republicano Donald Trump no estado de Michigan. De acordo com os resultados mais recentes, a vantagem de Biden no estado-chave agora é de 0,6%.

    • 12:32

      Donald Trump acha 'muito estranha' mudança nos dados de estados

      O candidato republicano diz estar surpreso com perda de votos em estados-chaves.

      Ontem (3) à noite eu estava liderando, muitas vezes solidamente, em muitos estados-chave, que quase em todos os casos são dirigidos e controlados por democratas. Depois, um a um, começaram a desaparecer por magia, à medida que urnas de votos surpresas eram contadas. Muito estranho, e os comentadores de pesquisas se enganaram completa e historicamente!

      A administração do Twitter logo marcou o tweet de Trump como contendo conteúdo disputado e enganador.

    • 12:18

      Diretora da campanha de Biden diz esperar que democrata ganhe apoio de mais de 270 delegados

      Jen O'Malley Dillon, diretora da campanha do candidato democrata, afirmou que Biden segue no rumo certo para vencer em Michigan, Wisconsin e Pensilvânia, com mais votos do que Trump em 2016. Enquanto a apuração ainda continua, a campanha de Biden expressou a confiança de que o candidato democrata vencerá.

      Candidato a presidente dos EUA, Joe Biden, levanta seu punho direito em sinal de esperança em vencer a eleição presidencial americana de 2020
      © REUTERS . MIKE SEGAR
    • 11:05

      Biden ultrapassa Trump no estado-chave de Michigan em 0,4%

      A apuração dos votos vai continuar, já que por enquanto é impossível definir quem ganharia a maioria de votos do estado. Em Michigan, que conta com 16 delegados, já foram apurados 94% dos votos.

    • 10:25

      Sete estados ainda estão sem vencedor e com margem entre candidatos diminuindo

      Apuração de votos em Nevada, Alasca, Wisconsin, Michigan, Pensilvânia, Carolina do Norte e Geórgia ainda não permite definir quem ganhou a maioria dos votos, por isso a contagem continua. Entretanto, Biden lidera em Nevada e Wisconsin, e Trump em outros cinco. Em Michigan, Biden diminuiu a diferença e a margem agora é de 0,3 ponto percentual, com 49,1% de Biden e 49,4% de Trump. A diferença é um pouco menor que 1% em Wisconsin, com 49,6% de Biden e 48,9% de Trump. Nevada vê a diferença de 0,6 ponto percentual – 49,2% de Biden e 48,6% de Trump.

    • 08:19

      Líderes mundiais expressam desejos e antecipam vitória

      Ainda que o resultado das eleições esteja indefinido, líderes de vários países já estão expressando desejos e antecipando vitória. Assim, o ministro das Relações Exteriores da República Tcheca disse que o país manteria cooperação na direção positiva com os EUA, apesar do resultado. O líder supremo do Irã, Hassan Rouhani, afirmou que Teerã pede para que os EUA voltem à lei, a todos os acordos internacionais e multilaterais. O premiê da Eslovênia já até parabenizou Donald Trump pela vitória, sem esperar o resultado final.

      Relatório sobre eleições dos EUA em uma tela na rua de Hong Kong, 4 de novembro de 2020
      © REUTERS / Tyrone Siu
    • 06:51

      Biden ultrapassa Trump em Wisconsin em 0,3 ponto percentual

    • 06:07

      Campanha de Biden responde à intensão de Trump de ir à Suprema Corte

      Após Donald Trump ter declarado querer ir à Suprema Corte para resolver o resultado de votos, a campanha de Biden respondeu que, nesse caso, democratas contarão com equipes de advogados para resistir ao esforço de Trump.

    • 05:28

      Biden tem apoio de 3 dos 4 delegados no Maine, diz AP

      Há quatro anos, o estado do Maine pela primeira vez na história dividiu seus votos ao entregar três à candidata democrata Hillary Clinton e um ao republicano Donald Trump. O Maine é um dos dois estados que divide votos, além de Nebraska. Hoje, após 85% dos votos apurados, Biden ganha em contagem nacional, no Primeiro Distrito Congressional, que possui três delegados. A previsão é de que Trump ganhe no Segundo Distrito Congressional.

    • 05:02

      Assim como Fox, AP prevê vitória de Biden no Arizona

      O estado, em que agora estão apurados 80% dos votos, tem 11 delegados.

    • 04:24

      Após Biden, Trump discursa ao vivo e agradece a norte-americanos pelo apoio

      "Os resultados são fenomenais", diz Trump. "Nós ganhamos nos estados em que não esperávamos ganhar", anunciou o republicano, adicionando que "nós ganhamos na Geórgia, em Ohio, no Texas". "Nós estamos nos preparando para vencer esta eleição. Francamente, nós já vencemos a eleição", afirma o candidato republicano. Trump adicionou querer que a votação seja concluída e cogitou ir à Suprema Corte para impedir que votos sejam contados após data do pleito.

    • 03:28

      Biden lidera em Nevada

      Após 49% dos votos apurados, Joe Biden aparece com 51,8% da preferência no estado de Nevada, contra 46,2 de Donald Trump.

    • 03:21

      Contagem da Fox mostra 238 delegados para Biden e 213 para Trump

    • 03:05

      'Mantenha a fé, pessoal', pede Biden

      Após discursar para apoiadores, o candidato democrata Joe Biden também foi para as redes sociais: "Mantenha a fé, pessoal. Nós vamos ganhar", disse ele em um tweet, acrescentando que não cabe a ele nem a Trump decretar o vencedor da disputa. 

      Nós nos sentimos bem sobre onde estamos. Acreditamos que estamos no caminho certo para vencer esta eleição.

    • 02:53

      Trump diz que também vai discursar 'nesta noite'

      Após o discurso do democrata Joe Biden, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que também irá discursar. Em tom provocador, o chefe de Estado publicou um tweet acusando a oposição de tentar roubar a eleição. 

      Eleição presidencial dos EUA

      Eleições nos EUA: tanto Trump quanto Biden falam no Twitter sobre vitória

      O ex-vice-presidente Joe Biden e sua esposa Juill Biden fazem declarações diretamente da sede de sua campanha em Wilmington, estado de Delaware.
      Mostrar mais
    • 02:42

      Joe Biden discursa para apoiadores

      Candidato democrata aparece diante de uma pequena aglomeração para discursar em tom otimista em Wilmington, Delaware.

    • 02:39

      Flórida: assim como Fox, AP também confirma vitória de Trump

    • 02:32

      Trump conquista mais 3 delegados em Montana

    • 02:22

      Biden vence em Minnesota

    • 02:11

      Havaí deve ficar com Biden

      Segundo projeção da Fox, Joe Biden leva o Havaí com quatro delegados, mas a folga no placar neste momento não é muito significativa: o democrata tem 227 delegados contra 204 de Donald Trump.

    • 01:57

      Contagem em Michigan só deve terminar amanhã à noite

      Michigan espera que a tabulação não oficial completa da votação no estado será completada em 24 horas, dizem autoridades locais.

    • 01:49

      Segundo projeção da Fox, Trump vence em Ohio

      Emissora prevê vitória do presidente também no Texas, onde faturaria 38 delegados.

    • 01:42

      Trump chega a 118 delegados

      Atual presidente também retomou a liderança no estado de Iowa, mas com uma pequena margem de diferença.

    • 01:30

      Projeção indica vitória de Trump na Flórida

      Segundo uma projeção da Fox News, Joe Biden vence no Arizona (estado importante para o resultado final), mas Donald Trump leva a Flórida com os seus 29 delegados.

    • 01:23

      O que está claro na disputa presidencial nos EUA até agora?

      Não muito na verdade. Neste momento, o candidato democrata Joe Biden lidera com um número significativo de delegados, mas em muitos swing states (estados-pêndulo) a apuração está em curso e em alguns deles foram apurados menos de 50% dos votos.

    • 01:08

      Biden chega a 209 delegados

      Donald Trump tem 112.

    • 01:07

      Urnas seguem abertas no Alasca e no Havaí

    • 00:54

      Trump reduz diferença e aparece com 108 delegados; Biden segue com 131

    • 00:38

      Sem surpresas, Trump confirma vitória no Utah e soma mais 6 delegados

    • 00:20

      Projeção do NYT

      Nestas eleições norte-americanas, o jornal New York Times não apresentou o ponteiro nacional que projeta o vencedor do pleito, que se tornou muito famoso nas eleições de 2016, devido à virada histórica. Neste ano, foram apresentados três ponteiros, para os estados da Flórida, Geórgia e Carolina do Norte. Segundo as estimativas do veículo, se Joe Biden vencer em dois ou três dos estados em questão, deve vencer a corrida presidencial. Se vencer em um deles, também terá boas chances. Se o atual presidente Donald Trump vencer em todos os três estados, qualquer um dos dois candidatos pode ser o futuro presidente dos EUA e a declaração do vencedor pode levar alguns dias, destaca o NYT. Neste momento, Trump mantém liderança na Flórida e Geórgia enquanto na Carolina do Norte a disputa continua muito apertada, apesar do prognóstico de vitória do atual presidente.

    • 00:07

      Placar atual é de 131 a 98 para Biden

      Neste momento, Joe Biden segue na liderança, e o placar é de 131 a 98 delegados para o democrata. Porém, em breve, devem vir os resultados de estados importantes para a vitória de um dos candidatos.

    • 00:05

      Kansas é de Trump

      Atual presidente vence em mais um estado e mantém a disputa acirrada.

    • 00:02

      Trump abre pequena vantagem na Pensilvânia

    • 23:42

      Trump retoma liderança no Texas

    • 23:14

      Votações encerradas na grande maioria dos estados

      Neste momento, as votações já foram encerradas em 40 estados e também na capital norte-americana, Washington DC.

      Biden lidera em número de delegados após vencer no Novo México, Illinois, Virgínia, Maryland, Delaware, Nova Jersey, Connecticut, Rhode Island, Massachusetts, Nova York e Vermont. 

    • 23:09

      Biden e Trump ganham mais delegados e placar é de 119 a 92 para o democrata

      O atual presidente já venceu em 14 estados, enquanto Joe Biden conquistou a vitória em 11. Mas, na soma de delegados, o democrata lidera.

    • 22:39

      Donald Trump conquista mais 6 delegados com vitória no Arkansas

      Placar agora é de 85 a 61 para o democrata Joe Biden.

    • 22:20

      Trump lidera na Flórida novamente

    • 22:05

      Biden volta a liderar em número de delegados

      Segundo as últimas atualizações, Joe Biden abriu vantagem sobre Donald Trump e, agora, tem 85 delegados contra 55. Democrata tem Illinois, Vermont, Virgínia, Maryland, Delaware, Nova Jersey, Connecticut, Rhode Island e Massachusetts, enquanto o republicano tem Virgínia Ocidental, Kentucky, Tennessee, Carolina do Sul, Alabama, Mississippi e Oklahoma. 

    • 22:00

      Trump vence na Carolina do Sul

      Republicano ganhou mais nove delegados e, agora, tem 22. Biden segue com 13.

    • 21:53

      Disputa apertada na Flórida

      Um cenário dramático está em curso na Flórida. Até o momento, é difícil prever qual dos candidatos vencerá nesse estado crucial para a eleição norte-americana. São 29 delegados em disputa.

    • 21:48

      Biden lidera em Ohio, mas Trump passa a frente na Geórgia

    • 21:42

      No momento, Biden tem 16 delegados contra 13 de Trump

      Democrata vence em Vermont (3) e Virgínia (13), enquanto republicano tem Kentucky (8) e Virgínia Ocidental (5).

    • 21:33

      Trump vence em Virgínia Ocidental, que tem 5 delegados

    • 21:20

      Biden vira na Flórida

      Democrata está em vantagem neste momento no estado que tem 29 delegados. Ele também lidera em Vermont, New Hampshire e Geórgia.

    • 21:08

      Segundo primeiros dados, Trump tem liderança na Flórida, estado crucial

    • 21:05

      Trump vence Kentucky enquanto Biden tem Vermont, segundo apurações

    • 20:56

      Trump retoma liderança em Kentucky após apuração de 14% dos votos

      No momento, o atual presidente está na frente do desafiante Joe Biden nos três estados onde já começou a apuração: Indiana, New Hampshire e Kentucky. 

    • 20:42

      Joe Biden toma liderança em Kentucky após quase 10% dos votos apurados

    • 20:35

      Trump demonstra otimismo nas redes

      O presidente Donald Trump enviou uma mensagem para seus seguidores no Twitter na noite desta terça-feira (3): 

      "Estamos muito bem em todo o país. Obrigado!", disse ele.

    • 20:20

      Primeiros resultados indicam Trump na frente em 3 estados

      Os primeiros resultados da apuração em Indiana, Kentucky e New Hampshire mostram o atual presidente, Donald Trump, liderando sobre o democrata Joe Biden.

    • 19:58

      Votação na Flórida supera comparecimento da eleição passada

      O comparecimento dos eleitores na votação do estado da Flórida já chega a mais de 10,7 milhões. Em 2016, este número não chegou a 10 milhões de pessoas.

    • 19:53

      Governador republicano rompe com partido e vota em Joe Biden

      O governador de Vermont, Phil Scott, rompeu com o Partido Republicano e votou no democrata Joe Biden. "Eu pus o país acima do partido", disse ele.

    • 19:46

      13% dos norte-americanos votaram pela primeira vez nas eleições de 2020, diz pesquisa da CNN

    • 18:48

      Manifestantes se reúnem perto da Casa Branca em protesto contra Donald Trump

      Grade que cerca a Casa Branca é tomada por cartazes de protestos contra o presidente Donald Trump.

      Em algum lugar ali está a Casa Branca

    • 18:08

      Juiz federal ordena varredura em massa nos correios dos EUA para garantir votos restantes

      Inspetores do Serviço Postal dos EUA receberam ordens de um juiz federal para vasculhar as instalações postais nesta terça-feira (3) em vários locais - incluindo em seis estados decisivos - para certificar que as cédulas eleitorais deixadas para trás sejam enviadas para entrega durante a eleição presidencial.

    • 17:51

      Trump Tower tem policiamento intenso e é cercada em meio à tensão eleitoral nos EUA

      A sede das Organizações Trump, na 5ª Avenida, em Nova York, a Trump Tower, foi cercada por caminhões e grades do Departamento de Polícia de Nova York em meio à tensão eleitoral. 

    • 17:35

      Procuradora-geral anuncia investigação sobre ligações automáticas pedindo para americanos não votarem

      A procuradora-geral de Nova York, Letitia James, disse nesta terça-feira (3) que foi aberta uma investigação sobre um grande número de ligações feitas por robôs para eleitores norte-americanos. 

      A procuradoria-geral vai investigar a fonte das ligações, que pediam para os cidadãos não comparecerem nas zonas eleitorais no dia da votação. 

    • 17:07

      Biden: 'Queremos verdade, nós queremos a ciência em vez de ficção'

      O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta desta terça-feira (3) que "não haverá estado vermelho ou azul, só haverá Estados Unidos da América", caso ele seja eleito presidente.

      Em críticas ao candidato republicano, Donald Trump, Biden disse: "Queremos verdade, nós queremos a ciência em vez de ficção, prometo a vocês, vou assumir minhas responsabilidades".

    • 17:00

      Cerca em torno da Casa Branca deve permanecer pelo menos até 8 de novembro

      A cerca erguida ao redor da Casa Branca antes da eleição presidencial permanecerá no local pelo menos até a noite de 8 de novembro, disse o Serviço Nacional de Parques à Sputnik.

    • 16:49

      Polícia prende homem por invasão de zona eleitoral no condado de Mecklenburg, na Carolina do Norte

      O departamento de polícia do condado de Mecklenburg, na Carolina do Norte, disse que realizou uma prisão em uma zona eleitoral.

      De acordo com a polícia, um homem chamado Justin Dunn, que portava legalmente uma arma de fogo, permaneceu circulando no local de votação após realizar o seu voto. O departamento de polícia recebeu uma chamada de que Dunn estaria "possivelmente intimidando outro eleitores ".

    • 16:45

      Trump cumprimenta membros de equipe de campanha na Virgínia

      O presidente dos EUA, Donald Trump, cumprimenta os membros da equipe enquanto visita sua sede de campanha presidencial no dia da eleição em Arlington, Virgínia, EUA, 3 de novembro de 2020.
      © REUTERS / Tom Brenner
    • 16:43

      Os resultados das eleições na Carolina do Norte serão adiados por pelo menos 45 minutos

      O Conselho Eleitoral do Estado da Carolina do Norte disse que os resultados serão atrasados em pelo menos 45 minutos devido a problemas que foram registrados em quatro locais. O estado é considerado um dos mais decisivos para a disputa eleitoral.

    • 16:24

      Pessoas infectadas com coronavírus são autorizadas a votar presencialmente

      Cidadãos que testaram positivo para a COVID-19 foram autorizadas a votar presencialmente nas zonas eleitorais dos Estados Unidos, segundo orientação dos Centros para Controle e Prevenção de Doenças. 

      No entanto, esses eleitores devem adotar medidas de segurança para proteger os funcionários das zonas eleitorais e outros presentes, como "usarem máscaras, permanecerem a pelo seis pés [1,8 metros] de distância dos outros e lavarem suas mãos ou usarem desinfetante para as mãos antes e depois de votar". 

    • 15:47

      Mais cedo, Joe Biden esteve na casa onde nasceu, na cidade de Scranton, na Pensilvânia

      O candidato democrata escreveu na parede de sua casa: "Desta casa para a Casa Branca, se Deus quiser".

    • 15:28

      Em clima otimista, Trump faz discurso na Virgínia: 'Acho que teremos uma ótima noite'

    • 15:20

      Trump diz que os republicanos confiam na liderança nas votações, inclusive na Flórida e em outros estados decisivos

      Os norte-americanos estão se dirigindo às urnas nesta terça-feira (3) para as eleições presidenciais dos EUA, sendo que mais de 99 milhões de pessoas já votaram antecipadamente por correio.

    • 15:11

      Trump chega à sede da eleição em Arlington

      Carreata de Trump chega a Arlington, Virgínia #Eleição2020

    Ao vivo
    Acompanhe os destaques das eleições presidenciais nos EUA
    +
    Tags:
    eleições, EUA, Joe Biden, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar