18:24 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1819
    Nos siga no

    O presidente russo, Vladimir Putin, havia proposto estender por um ano o Tratado de Redução de Armas Estratégicas (Novo START) sem quaisquer condições.

    O assessor de Segurança Nacional dos EUA, Robert O’Brien, em um comunicado divulgado nesta sexta-feira (16) pelo Twitter, manifestou a recusa norte-americana em relação à mais recente proposta do presidente russo de prorrogar o Novo START.

    Isso teria sido uma vitória para ambos os lados, e acreditamos que os russos estavam dispostos a aceitar essa proposta quando me encontrei com meu homólogo em Genebra. A resposta do presidente Putin hoje para estender o Novo START sem congelar ogivas nucleares não é uma opção.

    A anterior proposta dos Estados Unidos de prorrogar o acordo por um ano com a Rússia previa o congelamento dos arsenais nucleares de ambos os países durante o período estabelecido.

    "Os Estados Unidos levam a sério o controle de armas que manterá o mundo inteiro seguro. Esperamos que a Rússia reavalie sua posição antes que ocorra uma custosa corrida armamentista", acrescentou assessor norte-americano. 

    O Tratado Novo START foi assinado por Rússia e EUA em 2010 e sua vigência se encerra em 5 de fevereiro de 2021. O acordo prevê a redução do número de mísseis nucleares estratégicos pela metade, além de limitar o número de ogivas nucleares estratégicas a 1.550 cada.

    Mais:

    Trump quer saber quanto tempo leva para retirar e instalar armas nucleares se Tratado START expirar
    Rússia considera inaceitável proposta dos EUA para prorrogação do Novo START
    Putin propõe prorrogar por 1 ano o Tratado Novo START sem quaisquer condições
    Tags:
    Rússia, EUA, corrida armamentista, ogivas nucleares, Tratado START, Tratado Start
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar