02:11 01 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1120
    Nos siga no

    A empresa estatal russa focada nas exportações militares Rosoboronoexport entregou 43.200 testes para identificação de contágio pelo coronavírus à Venezuela.

    A Rússia proporcionou ajuda humanitária à Venezuela através da entrega de 450 kits de testes para detecção da COVID-19. A entrega oficial dos insumos médicos ocorreu na terça-feira (18), organizada pela empresa Rosoboronoexport.

    ​A empresa estatal russa Rosoboronoexport presta assistência humanitária à Venezuela na luta contra a proliferação da COVID-19, fornecendo a Caracas 450 kits de exames de COVID-19 de produção russa (cada um para 96 pessoas) para realizar testes em 43.200 pessoas.

    Na cerimônia de entrega dos insumos, o ministro conselheiro da embaixada da Rússia em Caracas, Aleksei Seredin, ressaltou que Moscou vai seguir ajudando o povo da nação bolivariana apesar das pressões de outros governos.

    "O que estamos fazendo é uma causa justa", salientou o alto funcionário, acrescentando que as autoridades farão "todo o possível" para continuar com as ações de cooperação.

    ​O transporte da carga foi organizado pela empresa sem fins lucrativos "Missão humanitária russa", organização que se dedica a fornecer ajuda em emergências em todo o mundo.

    Por sua parte, o vice-ministro do Planejamento e Desenvolvimento para Defesa do país latino-americano, o almirante Alexander Velázquez Bastidas, agradeceu a doação e a qualificou como "uma verdadeira ajuda humanitária" que servirá para realizar testes em um "curto período".

    Mais:

    Londres teria confiscado US$ 1 bilhão em ouro da Venezuela em meio à luta do país contra coronavírus
    Venezuela recebe 2º lote de testes de coronavírus doados pela Rússia
    Coronavírus: China envia à Venezuela especialistas na contenção da pandemia
    Tags:
    ajuda humanitária, medicamentos, COVID-19, novo coronavírus, Venezuela, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar